Editorial |
P. Nuno Rosário Fernandes
‘Ire’ e levantar a VOZ
<<
1/
>>
Imagem

O título deste texto, num primeiro olhar, pode induzir em erro. Falar em levantar a voz pode significar afirmar-se, gritar, impor-se, demonstrar autoridade, e muitos outros significados que lhe queiramos atribuir com uma tonalidade de exaltação. Mas, neste texto, levantar a VOZ é trazer novo vigor, novo impulso, nova vida a um jornal que é de todos nós, da nossa Igreja local, da nossa Diocese de Lisboa. É o jornal que os nossos avós e bisavós liam e guardavam nos seus arquivos pessoais, vendido à porta da igreja ou recebido em casa, e que traz, consigo, uma história. Levantar a VOZ é fazer com que a imprensa escrita não morra; que o papel não desapareça; que a VOZ do povo de Deus não se ofusque; que a Verdade que conhecemos de Jesus Cristo continue a chegar a todos pela concretização de uma ação missionária, da prática da caridade, da Palavra meditada, da reflexão consciente e segura, da informação cuidada sem falsas notícias. Levantar a VOZ é comprometer-nos com o renovar o pagamento da assinatura que recebemos; é fazer nova assinatura, pessoal ou de oferta a alguém; é ser benemérito e ajudar com o que posso; é contribuir para divulgação na minha paróquia ou no meu movimento; na minha comunidade ou na minha casa; é comprar publicidade para anunciar a minha empresa, o meu produto; levantar a VOZ é, também, ser Igreja que aposta em utilizar os meios de comunicação, mais tradicionais ou mais modernos, com recurso ao que a tecnologia oferece.

Do nosso lado, estamos a trabalhar para ‘ire’ ao seu encontro. E queremos ‘ire’ até onde nos ajudar para levantar o Jornal VOZ da VERDADE: Inovar, Renovar, Evangelizar.

 

Editorial, pelo P. Nuno Rosário Fernandes, diretor

p.nunorfernandes@patriarcado-lisboa.pt

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Jamais esquecerei a forte emoção que experimentei há alguns dias. Celebrávamos a missa exequial de...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O último estertor da dissoluta Assembleia da República atenta gravemente contra a liberdade, a religião,...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Somos alertados pelo Papa Francisco na Mensagem do dia da Paz de 2024 para o facto de as máquinas inteligentes...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES