Bible Challenge |
Bible Challenge – nº31
Pedro Oliveira, engenheiro informático
<<
1/
>>
Imagem
Video

Olá, quero desde já agradecer ao Diogo este desafio que me foi lançado. Chamo-me Pedro Oliveira e a passagem que escolho é do Evangelho de São Lucas, a parábola do filho pródigo. Gostava de vos ler este pequeno pedaço: «E o filho lhe disse: ‘Pai, pequei contra o Céu e perante ti; e já não sou digno de ser chamado teu filho’. Mas o pai disse aos seus servos: ‘Trazei depressa a melhor roupa e vesti-lha; e ponde-lhe um anel na mão e sandálias nos pés, e trazei o bezerro sevado e matai-o; e comamos e alegremo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu, tinha-se perdido e foi achado’.» (Lc 15, 21-24)

Esta passagem, provavelmente, é uma das que mais me diz, porque nos mostra um bocadinho como, mesmo que estejamos longe, que estejamos desencaminhados, que nos percamos neste caminho que nos é indicado, é bonito como conseguimos sempre voltar a Ele. Mesmo contra tudo, contra todos, que nos mostramos humildes e percebamos: “Errei, mas há sempre espaço para mim, de volta. Eu vou lutar por isso e vou dizer: ‘Errei, mas estou aqui de novo para voltar a tentar’”. Acho que a beleza desta passagem é que quando me perco, quando me desencaminho, gosto de a ler nesse sentido, gosto de pensar: “Ok, Pedro, erraste, é legítimo, mas vamos voltar a pôr os pés na terra e dizer e pedir: ‘Voltei. Posso voltar?’ É bom ouvir um ‘sim’ do outro lado”.

Quero desafiar a Telma Gonçalves.

 

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Quando Jean Lacroix fala da força e das fraquezas da família alerta-nos para a necessidade de não considerar...
ver [+]

Tony Neves
É um título para encher os olhos e provocar apetite de leitura! Mas é verdade. Depois de ver do ar parte do Congo verde, aterrei em Brazzaville.
ver [+]

Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES