Especiais |
Férias
Propostas para um Verão cultural
<<
1/
>>
Imagem

Férias é tempo de descanso, descontração, oração e cultura. Para ajudar a planear o seu tempo de paragem anual, o Jornal VOZ DA VERDADE deixa algumas sugestões para incluir na sua agenda.

 

Uma Casa Aberta a Todos - o novo Patriarca fala dos grandes temas

Paulo Rocha, diretor da Agência Ecclesia, é porventura o jornalista português que mais tem acompanhado, no tempo, o novo Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente. Tem gravadas com ele centenas de horas de conversa e comentários à atualidade da Igreja e do mundo. No livro ‘Uma Casa Aberta a todos - o novo Patriarca fala dos grandes temas’, podem-se retirar as linhas fundamentais do pensamento de D. Manuel Clemente. Apresentada esta semana, a obra contém um núcleo extenso de entrevista, onde o novo Patriarca aceita falar abertamente de todos os grandes temas em debate e das expectativas desta hora.

O livro apresenta, depois, uma espécie de «dicionário» de A a Z, com as entradas fundamentais do seu pensamento e é complementado por um precioso e original repositório fotográfico. ‘Uma Casa Aberta a todos’ tem a chancela da Paulinas Editora.

 

'Importante… São os Jovens!'

Da autoria de um chefe de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas (CNE), António Duarte de Almeida, o livro ‘Importante… São os Jovens!’ aborda mais de 60 anos de vida dedicados ao Escutismo, muitos deles na área da formação. Segundo o autor, a escolha do título deste livro prende-se com a missão dos dirigentes do CNE. “Disse muitas vezes aos Caminheiros, no dia da sua investidura de dirigentes, que se lembrassem que deixavam de ser importantes para o Escutismo, importantes são os jovens que a vocês serão confiados”, frisou, no dia da apresentação que contou com a presença do novo Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente. Este livro está integrado nas comemorações dos 90 anos do CNE, que está a ser celebrado durante este ano escutista.


Exposição ‘A Encomenda Prodigiosa. Da Patriarcal à Capela Real de São João Batista’

Está patente até ao dia 29 de setembro de 2013, na Galeria de Exposições Temporárias do Museu de Arte Antiga e na Igreja e Museu de São Roque, em Lisboa, uma exposição que evoca a “esplendorosa Basílica Patriarcal de Lisboa”. “Cenário único, onde se levava a efeito uma surpreendente emulação da corte pontifícia, entendida como elemento de prestígio da própria corte portuguesa, tornou-se numa das mais dramáticas perdas geradas pelo Terramoto de 1755. Possuía uma extensão, felizmente poupada pelo sismo: a Capela de São João Batista, também encomendada por D. João V com o respetivo tesouro e edificada na Igreja de São Roque. Evocar essa encomenda e o caminho que conduz da Patriarcal à Capela Real de São João Batista, exumando fontes e vestígios que o tempo parece ter querido apagar, é o objetivo desta exposição, dividida entre o Museu Nacional de Arte Antiga e a Igreja e Museu de São Roque”, informa um comunicado.

Igreja e Museu de São Roque

Visitas orientadas: quartas e domingos - 15h30 | exceto 18 agosto 1º domingo do mês (4 agosto e 1 setembro) - 11h30

A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES