Especiais |
Semana(s) XPTO
Sector de Animação Vocacional visita as Paróquias
<<
1/
>>
Imagem

À semelhança do que já tem acontecido nos últimos anos, vão realizar-se em algumas paróquias da nossa diocese as semanas vocacionais dinamizadas pelo Sector de Animação Vocacional da nossa diocese a que chamamos Semana XPTO.

 

Trata-se de um trabalho de apoio às comunidades cristãs em ordem a uma maior sensibilização e animação desta dimensão transversal da vida da fé e da pastoral que é a resposta vocacional à iniciativa de Deus em chamar-nos à santidade e formas concretas de viver a identidade e a missão cristã. De igual modo, trata-se de reavivar no coração dos fiéis e das comunidades o amor e a gratidão para com as diferentes formas da vida consagrada – sacerdotal, religiosa e laical – que sejam operativos tanto na oração como no cuidado atento em despertar, chamar e acompanhar no coração das famílias, crianças, adolescentes e jovens a inquietação e a disponibilidade para abraçar esse chamamento se Deus o quiser fazer.

Estas semanas podem realizar-se em quaisquer paróquias da nossa diocese que as peçam e queiram dinamizá-las com o apoio da equipa diocesana. As formas de as pôr em prática podem variar consoante as realidades concretas da comunidade que a dinamiza. Normalmente, uma equipa de jovens e um sacerdote visitam os grupos, obras e movimentos que vivem e crescem na paróquia, provocando a reflexão sobre o sentido cristão da vocação. Podem também dinamizar-se tempos de oração, actividades com crianças e jovens, encontros com famílias, assembleias paroquiais, e outras que sejam consideradas importantes. A presença no ritmo normal da liturgia, nomeadamente nas eucaristias dominicais (do dia e vespertinas) tem também um lugar importante nestas Semanas XPTO.

Os frutos destas semanas serão aqueles que Deus quiser oferecer e para os quais encontrar abertura e cooperação nos fiéis e comunidades onde estas acções se realizam. Importa, no entanto que a realização de uma semana destas contribua para que se vá configurando uma cultura vocacional autêntica, que corte com a ideia de que a vocação é uma escolha de cada um e vá consolidando a consciência de que ela é um dom de Deus e uma realidade da Igreja, que pede a cada um e a todos a capacidade de se deixar surpreender e de aprender a eleger a vontade de Deus como o único caminho autenticidade da vida e da fé. Por isso mesmo, há alguns instrumentos que já ficam ao dispor para serem utilizados. São ferramentas que já estão ao dispor mas que não têm ainda a visibilidade e a utilização que poderiam ter. São de destacar, três:

·         O Mosteiro Invisível Vocacional, verdadeira cadeia diocesana de oração pelas vocações e forma concreta de cuidado diário pelas vocações, segundo as disponibilidades e possibilidades de cada um

·         Os Animadores Paroquiais das Vocações, pequena equipa de leigos que, com o seu pároco, dinamizem a atenção na paróquia para com a vida consagrada. De igual modo, estes animadores poderão ser elo de ligação e contacto com o Sector Diocesano.

·         O SINAL, publicação mensal do Sector de Animação Vocacional, que segue para todas as paróquias com informação sobre o que vai acontecendo neste campo, tanto no que são actividades vocacionais para os jovens, como outras acções de formação nesta área para adultos, famílias e agentes educativos e evangelizadores.

 

A próxima Semana XPTO a realizar-se está agendada para os dias 7 a 13 de Janeiro, na Paróquia de Nossa Senhora do cabo de Linda a Velha. Outras paróquias interessadas podem contactar o Sector de Animação Vocacional a fim de se combinar datas e modos de a pôr em pé.

 

______________


Campo Vocacional de Raparigas: perto de 30 raparigas de Lisboa fazem caminho de discernimento vocacional

 

Realizaram-se nas férias do Natal, entre os dias 19 e 22 de dezembro, na Casa do Oeste, os dois Campos Vocacionais para raparigas da Diocese de Lisboa, numa proposta diocesana que conta com a presença e animação de vários Institutos de Vida Consagrada e de jovens animadoras, algumas das quais também em caminho de discernimento vocacional.

 

Estiveram presentes 28 raparigas, com idades entre os 12 e os 18 anos, divididas em dois grupos etários que, sob o tema ‘No princípio era o Verbo… e o Verbo encarnou!’, assim se preparam para viver o Natal numa atitude de quem acolhe a Palavra que vem até nós na história da salvação, desde a Criação até à Encarnação e depois no hoje da sua presença na vida da Igreja e de tantos que se deixam transformar por essa mesma Palavra Divina.

Destes Campos Vocacionais, algumas começam a fazer um caminho de discernimento no grupo diocesano ‘Mais além…’ ou junto de algum dos Institutos de Vida Consagrada presentes. Para outras foi apenas uma primeira experiência de contacto mais próximo com a questão vocacional, que poderá vir a ser aprofundado tanto na vida familiar e paroquial, como na participação nos Campos Vocacionais que se realizarão nas férias da Páscoa.

 

______________


Campanários (do Pré-Seminário)

Realizaram-se também nas férias do Natal, de 14 a 17 e de 18 a 21 de Dezembro, os diferentes Campanários de Natal promovidos pelo Pré-Seminário de Lisboa. Estiveram presentes 70 rapazes, entre pré-seminaristas e outros que o não são, e que assim tiveram oportunidade de preparar o Natal na atenção os apelos e desafios que a fé traz ao concreto da vida.

Longe de serem meras atividades de formação religiosa, estes campanários oferecem aos adolescentes e jovens a possibilidade de entrarem no interior das suas vidas, e deixarem-se interpelar sobre o que Deus quer para eles. Alguns continuarão esse processo nos grupos do Pré-Seminário a que já pertencem ou a que se juntam a partir daqui. Outros serão reenviados às suas comunidades e seus grupos, para aí darem seguimento ao modo de responder a Deus. Voltarão a outros Campanários se o seu percurso a isso conduzir. Todos são chamados a viver a fé de forma vocacional, no seio das suas famílias, ajudados por elas.

texto pelo Sector de Animação Vocacional
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
O poema chama-se “Missa das 10” e foi publicado no volume Pelicano (1987). Pode dizer-se...
ver [+]

Tony Neves
Cerca de 3 mil Espiritanos, espalhados por 63 países, nos cinco continentes, anunciam o Evangelho....
ver [+]

Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES