Especiais |
Novo Ano, Novos Desafios...
Os nossos Seminários
<<
1/
>>
Imagem

Com o início do novo ano lectivo e académico, vai iniciar-se o ano de formação nos nossos Seminários.

 

Este ano, o nosso Seminário pré universitário de Penafirme contará com 11 seminaristas entre o 10º e o 12º anos de escolaridade, todos do Patriarcado de Lisboa.

O Seminário Redemptoris Mater em Caneças, com seminaristas maiores provenientes de vários países do mundo e com caminho percorrido nas comunidades neo-catecumenais, todos para o serviço da nossa Diocese, ainda espera o encontro anual dos reitores e candidatos com o Kiko Argüello [um dos iniciadores do Caminho Neocatecumenal], depois do qual se saberá que novos seminaristas virão para Lisboa.

Já o nosso Seminário Maior, presente em Caparide e Olivais, vive um tempo de crescimento. Tal deve-se a dois principais factores. Antes de mais, devido à presença nele de dez Dioceses, numa feliz experiência de partilha eclesial: Patriarcado de Lisboa, Aveiro, Funchal, Leiria-Fátima, Portalegre-Castelo Branco, Santarém, Cochim (Índia), Mindelo (Cabo Verde), Santiago (Cabo Verde) e possivelmente mais uma Diocese de um país africano de língua oficial portuguesa. Mas também devido ao aumento de candidatos ao ano propedêutico no ano passado e neste, o que fez com que os seminaristas do segundo ano de Teologia transitem já para o Seminário dos Olivais, uma vez que o Seminário de Caparide fica lotado apenas com o ano propedêutico e o primeiro ano de Teologia.

O Seminário dos Olivais fica assim com uma comunidade com cinquenta e quatro seminaristas, com tendência a aumentar a breve prazo, assim continuem a existir nos próximos anos cursos de vinte ou mais candidatos ao ano propedêutico.

Oxalá esta realidade seja por todos vivida nos dinamismos de exigência e acompanhamento necessários para uma sólida e profunda formação para o sacerdócio. Só a oração do povo de Deus, cujos frutos se fazem sentir, pode continuar a garantir o despertar e o amadurecimento de novas vocações ao sacerdócio.

 

Ano da Fé

Mas não podemos esquecer que este novo ano de formação decorrerá dentro do Ano da Fé que toda a Igreja viverá a partir do próximo dia 11 de Outubro, com atenções igualmente privilegiadas para a celebração dos cinquenta anos do Concílio Vaticano II e para os dinamismos da Nova Evangelização.

Neste horizonte, aqui ficam algumas das linhas de força colocadas ao nosso Seminário dos Olivais:

1. A fé como virtude teologal que insere numa relação vital com Deus, supõe que se viva em ritmo de conversão até à estatura, profundidade e santidade de Cristo, e se concretiza no cultivo diário de uma nova maneira de ser homem e de cuidado com as relações interpessoais, a partir da participação na relação do próprio Jesus com seu Pai e com os homens, seus irmãos.

2. A fé como obediência pronta, filial e diligente a Deus, que se concretiza desde logo na submissão filial à palavra de Deus que ordena, congrega, converte e envia, e também aos dinamismos da comunidade diocesana em torno do seu Bispo. A virtude da obediência há-de ocupar um lugar central da santificação pessoal e da construção comunitária.

3. A fé como iluminação do espírito e do entendimento que conduza a um verdadeiro renascimento do homem todo, corpo e alma, razão e espírito, e se concretiza no profundo conhecimento do depósito da fé de que a Igreja é guardiã e anunciadora, (com especial incidência este ano nos documentos do Concílio Vaticano II e no Catecismo da Igreja Católica) e na fidelidade ao mandato de evangelizar todos os povos.

4. A fé como realidade comunitária que envolve cada um enquanto pessoa, mas o constitui em comunidade crente, sinal de que pela fé se entra na relação com Deus Trindade.

Rezemos para que este novo ano de formação nos nossos seminários seja um tempo fecundo e de graça, e que no nosso Patriarcado muitos outros jovens se deixem tocar pelo chamamento de Deus e possam abraçar a vocação ao sacerdócio se a tal Deus os chamar. 

 

________________


Aconteceu…

Campos Vocacionais para raparigas

Decorreram neste Verão, no passado mês de Julho, os Campos Vocacionais para raparigas, da nossa Diocese, no Seminário de Penafirme.

Estiveram presentes quarenta e três jovens, entre os doze e os dezanove anos, nos dois campos realizados em simultâneo nos dias 6 a 10 de Julho.

Cerca de vinte a vinte e cinco raparigas serão acompanhadas ao longo do ano nos grupos vocacionais da pastoral das vocações para estas idades.

Também vários Institutos de Vida Consagrada, entre eles alguns que activamente no Sector de Animação Vocacional do Patriarcado de Lisboa ofereceram durante o verão momentos fortes de experiência vocacional a várias raparigas da nossa Diocese.

 

Campos Vocacionais do Pré-Seminário

Como acontece todos os anos, decorreram neste verão, no passado mês de Julho, os Campanários – Campos Vocacionais do Pré-Seminário, no Seminário de Penafirme.

Estiveram presentes oitenta e sete jovens, entre os doze e os dezoito anos, nos três campanários realizados nos dias 2 a 6 de Julho, 10 a 14 de Julho e 16 a 21 de Julho.

Mais de cinquenta rapazes serão acompanhados ao longo do ano nos grupos vocacionais do Pré-Seminário. Cinco dos que foram acompanhados ao longo do ano anterior frequentarão em 2012-13 o Seminário de Penafirme.

Também alguns (três ou quatro) dos que ao longo do ano participaram nas “Terças.com…" frequentarão em 2012-13 o Seminário de Caparide. Um deles foi membro activo da equipa do nosso Sector de Animação Vocacional.

 

________________


Vai acontecer

Aqui ficam algumas datas e actividades a reter para o próximo ano, que iremos lembrando ao longo do mesmo:

 

- Mosteiro Invisível Vocacional (corrente de oração pelas vocações), orientado para:

- Anciãos (desdobrável de cor roxa)

- Comunidades cristãs (desdobrável de cor azul escuro)

- Jovens (desdobrável de cor azul forte)

- Famílias (desdobrável de cor verde)

- Crianças (desdobrável de cor amarela)

- Consagrados (desdobrável de cor laranja)

- Pessoas que sofrem (desdobrável de cor vermelha)

 

- Encontro de Animadores Paroquiais das Vocações:

- 13 de Outubro, nos Seminários dos Olivais e de Penafirme.

- 2 de Março, nos Seminários dos Olivais e de Penafirme.

 

- Fórum das Vocações

- 26 e 27 de Outubro, no Santuário de Fátima.

 

- Formação para Pais, Catequistas, Animadores Juvenis, Dirigentes do CNE, etc.

- Animação Vocacional I (iniciação): 3 e 4 de Novembro, no Turcifal.

- Animação Vocacional II (continuação): 26 e 27 de Janeiro, no Turcifal.

 

- Terças.com…

- Vocação para rapazes (+ 18 anos):  Primeira terça-feira do mês.

- Vocação para raparigas (+ 18 anos): Segunda terça-feira do mês.

- Namorados: Terceira terça-feira do mês.

- A Palavra/ Fé e Cultura: Quarta terça-feira do mês.

texto pelo Sector de Animação Vocacional do Patriarcado de Lisboa
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES