Lisboa |
Nossa Senhora da Nazaré voltou a casa
“Que na vossa vida permaneça sempre o calor de Nossa Senhora de Nazaré”
<<
1/
>>
Imagem
Video

Após mais de dois anos de restauro, a imagem de Nossa Senhora da Nazaré voltou a casa, ao seu santuário. Patriarca de Lisboa esteve presente na cerimónia de receção da sagrada imagem.

 

No final de tarde desta terça-feira, 27 de fevereiro, a imagem de Nossa Senhora da Nazaré regressou ao seu santuário. O cortejo, ao longo de cerca de uma hora, teve início na Pederneira e terminou, já de noite, no Santuário da Nazaré.

“A Providência de Deus quer que pensemos no frio que a humanidade está a atravessar. Há tantos lugares, há tantas casas onde não existe o amor e a ternura, onde falta esse carinho. Há tantos lugares, há tantos países, há tantas terras onde crianças estão a atravessar o inverno rigoroso da guerra e da violência. Nossa Senhora, hoje, pede-nos, a partir da Nazaré, que nos sintamos próximos, que, com a nossa oração, enviemos um pouco desse carinho, dessa ternura que brota do seu rosto e do seu coração de Mãe”, referiu o Patriarca de Lisboa.

D. Rui Valério, que após tomar posse como Patriarca de Lisboa, em setembro passado, consagrou, na Nazaré, o seu ministério patriarcal a Nossa Senhora, deu ainda os parabéns a esta terra no norte da diocese. “Nazaré está de parabéns, porque hoje se encontra na presença da sua Mãe querida, da sua padroeira, renovada. Um novo esplendor brota daquele sorriso, porque Ela é aquela Senhora que caminha em direção a cada um, que vem ao teu encontro para te considerar como filho e como filha. Recorda-te, sempre, de que Maria, de ti, sabe sobretudo daquilo que necessitas, daquilo que precisas, daquilo que a tua vida, o teu coração, a tua existência tem falta. Maria conhece o segredo do teu coração, conhece o segredo da tua vida, conhece o segredo da tua alma”, garantiu.

Antes da bênção da coroa de Nossa Senhora da Nazaré, o Patriarca de Lisboa propôs, “num tu a tu com Ela”, que os nazarenos “abrissem o coração de filhos e de filhas”. “Com os votos de continuação uma santa caminhada de Quaresma, que na vossa vida, no vosso dia-a-dia, no vosso lar, nas vossas famílias permaneça sempre o calor de Nossa Senhora de Nazaré. Que Ela vos ajude na labuta de todos os dias, que ajude os pescadores na labuta do mar, que ajude os camponeses na labuta da terra, que ajude os jovens na labuta pela vida, que ajude as famílias na labuta do dia-a-dia”, terminou D. Rui Valério, após dar ‘três vivas’ a Nossa Senhora.

 

Restauro da imagem da Nossa Senhora da Nazaré

No passado dia 23 de fevereiro, a página no Facebook dos Museus e Monumentos de Portugal deu a conhecer o resultado do restauro realizado pelo Laboratório José de Figueiredo na imagem da Nossa Senhora da Nazaré, desde outubro de 2021.

Para assinalar este trabalho multidisciplinar, a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré organizou uma Jornada técnico-científica, no dia 24 de fevereiro, na qual toda a equipa envolvida no restauro esteve presente.

Em comunicado, a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré manifestou-se muito satisfeita com este regresso da imagem. “Foi uma espera longa mas de todo necessária, alegra-nos imenso podermos voltar a contemplá-la no nosso Santuário, a sua casa. Bem-Vinda Mãe”, assinala esta confraria, no Facebook.

 

fotos por Confraria de Nossa Senhora da Nazaré; Museus e Monumentos de Portugal
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Foi muito bem acolhida, pela generalidade da chamada “opinião pública”, a notícia de que...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES