Lisboa |
Estabelecimento Prisional de Tires
Bispo Auxiliar celebra o Natal com reclusas
<<
1/
>>
Imagem

O Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Mendes, vai celebrar o Natal do Senhor com duas Eucaristias no Estabelecimento Prisional de Tires, na manhã de dia 25 de dezembro.

A primeira Missa vai ser celebrada às 9h30, com as reclusas preventivas. Uma hora mais tarde, às 10h30, o prelado celebra a Eucaristia do Dia de Natal com as restantes reclusas desta prisão situada no concelho de Cascais.

Na sua visita ao Estabelecimento Prisional de Tires, D. Joaquim Mendes vai oferecer, a cada pessoa, um exemplar do livro do Papa Francisco ‘O Sinal Admirável, sobre o significado e valor do Presépio’ (Paulinas Editora). O Bispo Auxiliar de Lisboa vai ainda dar às reclusas que têm filhos um postal com o presépio, com uma mensagem de paz e com uma pequena imagem do Menino Jesus, para estas mães oferecerem aos filhos que estão institucionalizados na Casa que está fora do estabelecimento prisional.

Nesta sua visita ao Estabelecimento Prisional de Tires, no Dia de Natal, D. Joaquim Mendes vai ser acompanhado por um grupo de dez jovens da Vigararia de Cascais, que vão animar a liturgia, no âmbito da missão decorrente da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.

O Estabelecimento Prisional de Tires é uma prisão feminina localizada na freguesia de São Domingos de Rana, no concelho de Cascais, com uma lotação de 633 reclusas. Foi criado em 1953, com a designação de Cadeia Central de Mulheres e entregue à Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, por acordo celebrado com o Ministério da Justiça. Em 1980, a sua administração transitou da tutela religiosa para a leiga.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Foi muito bem acolhida, pela generalidade da chamada “opinião pública”, a notícia de que...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES