Vocações |
Vocações
À Conversa no Poço
<<
1/
>>
Imagem

A Pastoral Vocacional do Patriarcado de Lisboa oferece à diocese dois “momentos favoráveis” para a conversa íntima com Deus: o Poço e o Monte. Precisamos de silêncio para não viver ao acaso, precisamos de silêncio para voltar a ouvir a voz de Jesus que nos indicará o caminho.

Assim, o Poço é 1 dia de retiro de silêncio para todas as idades e para todos os estados de vida que tem lugar no primeiro sábado de cada mês, enquanto que o Monte é um retiro de 3 dias que propomos três vezes por ano.

A imagem do Poço remete-nos para o célebre diálogo de Jesus com a mulher samaritana, narrado pelo evangelista João. O Papa Bento XVI, na oração do Angelus no dia 27 de Março de 2011, inspirou-se nas palavras de Santo Agostino e relembrou-nos: “A mulher ia todos os dias tirar água de um antigo poço, que remontava ao patriarca Jacob, e naquele dia encontrou ali Jesus, sentado, «cansado da viagem» (Jo 4, 6). Santo Agostinho comenta: «Não é sem motivo que Jesus se cansa... A força de Cristo criou-te, a debilidade de Cristo voltou a criar-te... Com a sua força criou-nos, com a sua debilidade veio à nossa procura» (In Ioh. Ev., 15, 2). A fadiga de Jesus, sinal da sua verdadeira humanidade, pode ser vista como um prelúdio da paixão, com a qual Ele completou a obra da nossa redenção. Sobretudo, no encontro com a Samaritana no poço, sobressai o tema da «sede» de Cristo, que culmina com o seu brado na cruz: «Tenho sede» (Jo 19, 28). Esta sede, como o cansaço, tem uma base física. Mas Jesus, como diz ainda Agostinho, «tinha sede da fé daquela mulher» (In Ioh. Ev. 15, 11), assim como da fé de todos nós. Deus Pai enviou-o para saciar a nossa sede de vida eterna, concedendo-nos o seu amor, mas para nos oferecer esta dádiva, Jesus pede-nos a nossa fé. A omnipotência do Amor respeita sempre a liberdade do homem; bate à porta do seu coração e aguarda com paciência a sua resposta. (…) Cada um de nós pode identificar-se com a mulher samaritana: Jesus espera-nos para falar ao nosso, ao meu coração. Permaneçamos um momento em silêncio, no nosso quarto, ou numa igreja, ou num lugar afastado. Ouçamos a sua voz que nos diz: «Se conhecesses o dom de Deus...». A Virgem M

aria nos ajude a não faltar a este encontro, do qual depende a nossa verdadeira felicidade.”

 

Desejamos a todos um santo Advento, na esperança do encontro com o menino Jesus. Que o saibamos preparar com momentos de oração íntima com “Aquele que sabemos que nos ama”. 

 

Relembramos os próximos encontros:

Poço:

2 de dezembro de 2023

6 de janeiro de 2024

3 de fevereiro de 2024

6 de abril de 2024

4 de maio de 2024

6 de julho de 2024

Monte:

1 a 3 de março de 2024

31 de maio a 2 de junho de 2024

 

 

_______________

 

Uma parte da resposta de Deus, podemos sê-la nós

 

«Uma parte da resposta de Deus, podemos sê-la nós. Criados por Ele à sua imagem e semelhança, podemos ser expressão do seu amor que faz nascer a alegria e a esperança, mesmo onde parece impossível.» Estas palavras do Papa Francisco, na sua mensagem para a XXXVIII Jornada Mundial da Juventude, são um bom resumo do trabalho a que a equipa de animação do Pré-seminário se tem dedicado nestas últimas semanas: levar a todos esta certeza de que cada um de nós é chamado por Deus a ser parte da Sua resposta de amor a um mundo que O deseja profundamente. Hoje, como sempre, Deus continua a chamar rapazes a deixarem tudo e a seguirem-n’O, para poderem ser para muitos sinal de alegria e de esperança. É isto que procuramos fazer: testemunhar a alegria de ser chamado, provocar em muitos um olhar mais atento aos sinais de Deus e acompanhar tantos que se vão deixando interpelar pelo convite do Senhor a uma vida com Ele, para Ele e n’Ele.

Mas a verdadeira pastoral vocacional, da pro-vocação e do acompanhamento, quem a pode fazer melhor que ninguém são as famílias, os catequistas e tantos outros que, todos os dias, vão vendo desenvolver-se, no ritmo e tempo próprio de cada um, toda a força e beleza de uma nova vocação. É, por isso, que, de facto, a equipa de animação do Pré-seminário não pode senão ser composta por todo o Patriarcado, atento, desperto e sensível aos sinais que Deus vai dando às famílias e às comunidades de estar a chamar um dos seus. Contamos com todos! Contamos com cada um!

Este mês que passou foi especialmente marcado pela semana dedicada à oração pelos seminários. Do dia aberto no seminário dos Olivais (no qual pudemos dinamizar vários workshops) à visita a mais de uma dezena de paróquias da cidade de Lisboa no dia 12 de Novembro, fomos podendo anunciar a muitos que Deus não deixa de chamar quem quer e de cuidar do Seu povo através do dom de novas vocações. Como de costume, tivemos os encontros mensais dos nossos três grupos de acompanhamento vocacional a 18 e 19 de Novembro, e no fim-de-semana que se seguiu estivemos em Castanheira do Ribatejo e em Vila Franca de Xira na JDJ.

Por fim, deixamos o convite a que se inscrevam quer para o retiro vocacional em Caparide (para 12º ano, universitários e trabalhadores) – de 8 a 10 de Dezembro – quer para os campos de Natal em Penafirme – de 15 a 17 de Dezembro, para 6º a 8º ano, e de 27 a 29 de Dezembro, para 9º a 11º ano. Se Deus te chama, não hesites! Arrisca segui-Lo!

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Quando Jean Lacroix fala da força e das fraquezas da família alerta-nos para a necessidade de não considerar...
ver [+]

Tony Neves
É um título para encher os olhos e provocar apetite de leitura! Mas é verdade. Depois de ver do ar parte do Congo verde, aterrei em Brazzaville.
ver [+]

Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES