Lisboa |
Tomada de posse a 2 de setembro
D. Rui Valério sucede a D. Manuel Clemente como Patriarca de Lisboa
<<
1/
>>
Imagem

O Papa Francisco nomeou D. Rui Valério como novo Patriarca de Lisboa. A nomeação foi tornada pública esta manhã, dia 10 de agosto, pela Sala de Imprensa da Santa Sé. Bispo das Forças Armadas e das Forças de Segurança desde 2018, D. Rui Valério, de 58 anos, sucede a D. Manuel Clemente, tornando-se, assim, o 18.º Patriarca de Lisboa.

D. Rui Valério vai tomar posse da diocese no dia 2 de setembro, sábado, às 11 horas, na Sé Patriarcal, diante do Cabido. A entrada solene tem lugar no dia seguinte, Domingo, dia 3 de setembro, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Jerónimos).

 

Perfil

D. Rui Manuel Sousa Valério nasceu a 24 de dezembro de 1964, em Urqueira, no concelho de Ourém.

Ingressou no Noviciado na Congregação dos Padres Monfortinos, no ano de 1984, em Santaeramo-in-Colle, Itália, e, um ano depois, transferiu-se para Roma onde frequentou o curso de curso de Filosofia e, em 1987, o de Teologia.

Realizou a sua profissão perpétua em outubro de 1990, tendo sido ordenado sacerdote em 23 de março de 1991.

No ano de 1995, ingressou no curso de Espiritualidade, no Centre International Montfortain. De regresso a Portugal, inscreveu-se na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa.

Do ponto de vista pastoral, desenvolveu a sua a sua ação sobretudo a nível paroquial. Esteve, por duas, vezes em Castro Verde, na Diocese de Beja, no Baixo Alentejo. E, por duas ocasiões, foi colaborador na Paróquia da Póvoa de Santo Adrião, na Vigararia de Loures-Odivelas, no Patriarcado de Lisboa.

Entre 2008 e 2011, foi Capelão Militar na Marinha, na Escola Naval.

A 25 de setembro de 2011, tomou posse da Paróquia da Póvoa de Santo Adrião e, em 2016, no Ano da Misericórdia, foi um dos 1071 sacerdotes que o Papa enviou como ‘Missionários da Misericórdia’, durante o Jubileu extraordinário.

Em 27 de outubro de 2018, D. Rui Valério foi nomeado, pelo Papa Francisco, Bispo das Forças Armadas e das Forças de Segurança de Portugal e recebeu a Ordenação Episcopal a 25 de novembro de 2018, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, numa celebração presidida pelo então Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente. A partir dessa data, terminou as funções de pároco da Póvoa de Santo Adrião.

No dia 3 de dezembro de 2018, tomou posse como capelão-chefe da Igreja Católica. Por diversas vezes acompanhou as missões internacionais das Forças Armadas e de Segurança Portuguesas destacada em países como São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, República Centro-Africana, Roménia e Lituânia.

A 3 de dezembro de 2021, D. Rui Valério foi condecorado pelo chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas com a Medalha Cruz de São Jorge, de 1.ª Classe. Já antes, a 26 de junho de 2020, o novo Patriarca de Lisboa tinha recebido a mais alta condecoração da Guarda Nacional Republicana (GNR), a Medalha de D. Nuno Álvares Pereira, de 1.ª Classe.

D. Rui Valério é ainda delegado da Conferência Episcopal Portuguesa para as Relações Bispos/Vida Consagrada e membro da Comissão Episcopal Missão e Nova Evangelização.

A OPINIÃO DE
Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Há anos, Umberto Eco perguntava: o que faria Tomás de Aquino se vivesse nos dias de hoje? Aperceber-se-ia...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Já lá vai o tempo em que por muitos cantos das nossas cidades e vilas se viam bandeiras azuis e amarelas...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES