Lisboa |
IV Caçada Regional
236 lobitos da Região de Lisboa rumaram a Assis
<<
1/
>>
Imagem

Adiada desde 2020, a IV Caçada Regional está a decorrer em Assis, Itália, e reúne perto de duas centenas e meia de lobitos, a 1.ª Secção do Corpo Nacional de Escutas (CNE).

O amarelo dos lobitos de Lisboa está a marcar Assis por estes dias. Desde o passado dia 8 e até este sábado, dia 15 de julho, são 236 os lobitos da região que estão em solo italiano para uma semana de Caçada Regional, uma “atividade de referência para a nossa I Secção”, segundo salienta a Região de Lisboa do CNE, que organizou a viagem.

Ao longo dos dias, a página da Região de Lisboa do Corpo Nacional de Escutas na rede social Facebook (www.facebook.com/cneregiaolisboa) foi atualizando o périplo. “Respondendo ao apelo de São Francisco, 236 Lobitos da Região de Lisboa rumaram a Assis para devolver magia (e vida!) à Terra do Nunca. A chegada a campo foi intensa, mas depressa o amarelo tomou conta de todos os caminhos!”, descreveu um post, não esquecendo a Eucaristia: “A Basílica de São Francisco de Assis, no centro da cidade, recebeu as nossas Alcateias para a celebração eucarística. Presidida pelo Pe. Marcos Castro, Assistente Regional, e pelo Pe. Sujith, Assistente do Agrupamento 626 Linda-a-Velha, o momento de encontro com Jesus juntou, numa das mais icónicas Igrejas de Assis, todo o Contingente da IV Caçada Regional em Assis”.

 

_____________


“Os irmãos André Jesus e Mariana Jesus, da Alcateia 37 do Agrupamento 297 - Escuteiros Algés foram os vencedores da insígnia que nos vai fazer voar até à IV Caçada Regional em Assis. Parabéns a ambos!   A todos os Lobitos participantes, o nosso obrigado por contribuírem, da melhor vontade, para esta ‘magia que está de volta’!”, anunciou a Região de Lisboa do CNE.

fotos por CNE Região de Lisboa
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Quando Jean Lacroix fala da força e das fraquezas da família alerta-nos para a necessidade de não considerar...
ver [+]

Tony Neves
É um título para encher os olhos e provocar apetite de leitura! Mas é verdade. Depois de ver do ar parte do Congo verde, aterrei em Brazzaville.
ver [+]

Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES