JMJ Lisboa 2023 |
Mensagem vídeo
A 40 dias da JMJ, Papa assegura que vem a Lisboa
<<
1/
>>
Imagem

O Papa Francisco disse que está “preparado” para participar na Jornada Mundial da Juventude, com autorização dos médicos, desafiou os jovens “têm de olhar” em frente para o encontro em Lisboa, agradecendo às organizações que a estão a preparar. “Eu estou preparado. Já tenho tudo comigo porque tenho muita vontade de ir. Alguns pensam que, pela doença, não posso ir. Mas o médico disse-me que posso ir, por isso, vou estar convosco”, afirmou o Papa numa mensagem vídeo divulgada no site da JMJ Lisboa 2023.

Apontando para uma mochila com a marca da JMJ que se estão “a preparar para ir a Lisboa ou vão acompanhar a Jornada de longe”, desafiou-os a seguir “em frente” e disse que a jornada é um “ponto de atração para todos”. “A Jornada é um ponto de atração para todos. Neste momento é o ponto para o qual temos de olhar. Os jovens têm de olhar, vocês jovens, têm de olhar em frente. Faltam 40 dias, tal como uma Quaresma até chegar ao encontro de Lisboa”, afirmou.

Francisco disse que os jovens não devem dar “importância” a quem reduz “a vida a ideias”, valorizou “a alegria do encontro” a partir de “três linguagens da vida”. “A linguagem da cabeça. A linguagem do coração. A linguagem das mãos.  A linguagem da cabeça para pensar claramente o que sentimos e o que fazemos. A linguagem do coração para sentir bem profundamente o que pensamos e o que fazemos. E a linguagem das mãos para fazer com eficácia o que sentimos e o que pensamos”, afirmou. “Em frente, coragem e até Lisboa”, indicou.

Neste encontro com D. Américo Aguiar, o Papa Francisco, que foi o primeiro peregrino a inscrever-se, recebeu o primeiro kit do peregrino nesta mesma audiência.

Francisco dirigiu-se também a todos os que estão a “possibilitar toda a infraestrutura” para a realização da JMJ Lisboa 2023 e agradeceu as “horas e horas de trabalho”. “Sei que vocês estão a gastar horas e horas de trabalho para permitir tudo isto. E não é o pior. O mais difícil será depois, quando em plena Jornada tiverem que manter as estruturas de ordem, de saúde, de alimentação, de limpeza, tantas coisas que são necessárias”, afirmou numa mensagem vídeo.

O Papa lembrou que os que estão a preparar o encontro “não aparecem como personagens da Jornada da Juventude”, mas são os que “a sustêm”. “A Jornada não se pode fazer sem o vosso trabalho”, sublinhou.

Francisco referiu-se aos muitos trabalhadores que preparam a jornada como “a semente” que vai permitir que o fruto apareça. “Obrigado por darem a mão a esta organização. Obrigado pela vossa generosidade. E obrigado por não se deixarem seduzir pelos cantos da sereia. A única coisa que eles sabem é criticar os outros e são incapazes de apresentar um projeto viável”, afirmou o Papa.

 

Papa agradece trabalho dos jovens e dedica oração a jovem portuguesa em estado terminal

Aos jovens que, no Comité Organizador Local e em todas as estruturas diocesanas, vicariais e paroquiais trabalham para preparar a JMJ, o Papa deixou uma mensagem de agradecimento pela “generosidade”, reconhecendo que “estão a trabalhar muito para o encontro final da juventude”. “A generosidade vai-se desenvolvendo como vocês estão a fazer, a trabalhar por uma causa e vocês estão a trabalhar por uma grande causa, que é o encontro da juventude”, referiu.

Finalmente, mas não menos importante, o Papa enviou uma mensagem a Edna, uma jovem portuguesa que lhe havia enviado uma mensagem contando que, em virtude de uma doença grave, não poderia estar na JMJ. Francisco respondeu sensibilizado à carta da jovem.

Em resposta à carta, o Santo Padre começa por um simples “obrigado”. “Obrigado pela tua ternura e pela paz que tens no teu coração”, acrescentou. O Papa Francisco garantiu ainda acompanhá-la “nesta viagem”, através da oração: “rezo por ti e contigo”.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
O poema chama-se “Missa das 10” e foi publicado no volume Pelicano (1987). Pode dizer-se...
ver [+]

Tony Neves
Cerca de 3 mil Espiritanos, espalhados por 63 países, nos cinco continentes, anunciam o Evangelho....
ver [+]

Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES