Lisboa |
Festas do Império do Divino Espírito Santo 2023
“Que esta herança seja fonte de unidade”
<<
1/
>>
Imagem

No encerramento da procissão do Espírito Santo, em Alenquer, o Bispo Auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes convidou esta terra a não deixar esmorecer as Festas do Império do Divino Espírito Santo.

“Conservai esta herança recebida dos antepassados, e que ela seja fonte de unidade e de comunhão das vossas gentes no presente e no futuro. Não deixeis que esta «marca» esmoreça ou se apague, mas que permaneça sempre e cada vez mais viva e mais forte, unindo as gentes de Alenquer naquele dinamismo de fraternidade que só o Espírito Santo pode gerar:  a fraternidade que nos permite olhar-nos como irmãos, onde as nossas diferenças não são um obstáculo, mas uma riqueza e se multiplicam em solidariedade, amizade e alegria. Que o Espírito Santo vos abençoe e vos acompanhe para serdes sempre e em toda a parte sinais e portadores do amor de Deus, construtores de fraternidade”, observou o prelado, no Domingo de Pentecostes, 28 de maio. Antes, na Missa, o Bispo Auxiliar crismou dezenas de jovens. “Acolhei com alegria a plenitude do Espírito Santo. Dai-lhe espaço no vosso coração e na vossa vida”, convidou.

fotos por Município de Alenquer
A OPINIÃO DE
Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Segundo a Conferência Episcopal Portuguesa, ninguém pode ser obrigado a comungar na mão, nem proibido de comungar na boca.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES