JMJ Lisboa 2023 |
Cruz peregrina e ícone mariano
Símbolos da JMJ despedem-se de Coimbra
<<
1/
>>
Imagem

A Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani chegaram à Diocese de Leiria-Fátima no passado dia 30 de abril. Durante este mês os Símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) vão percorrer as diversas Vigararias, com destaque para a sua participação na Peregrinação Internacional Aniversária, nos dias 12 e 13 de maio, no Santuário de Fátima.

A chegada dos Símbolos foi acompanhada por diversos motards e pela comunidade com grande entusiasmo. A passagem foi feita na Sé de Leiria e, após uma celebração, a comunidade acompanhou os Símbolos da JMJ até ao cimo do monte de Nossa Senhora da Encarnação.

Já no dia 1 de maio, os Símbolos da JMJ foram ao encontro da Vigararia de Colmeias. Aqui, os Símbolos visitaram a Paróquia de Veromil, que os entregou à Paróquia de Meirinhas. Ao longo do dia viveu-se o entusiasmo de acolher a Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani.

Já no dia 1 de maio, os Símbolos da JMJ foram ao encontro da comunidade da Vigararia de Colmeias. Aqui, os Símbolos visitaram a Paróquia de Veromil, onde foram recebidos com tapetes de flores, que os entregou à Paróquia de Meirinhas. Ao longo do dia viveu-se o entusiasmo de acolher a Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani.

Antes de partirem para Leiria-Fátima, os Símbolos da JMJ visitaram, no passado dia 24 de abril, o Farol do Cabo Mondego e pernoitaram em Santana. Na manhã seguinte, retomaram a visita pelas diversas localidades e instituições e, ao final da tarde, a comunidade despediu-se dos Símbolos nos Paços do Município da Figueira da Foz, seguindo para o Comité Organizador Territorial (COT) C Jovem.

Na terça-feira, dia 25 de abril, os Símbolos da JMJ seguiram depois caminho para Rocha Nova e foram acolhidos na Carapinheira da Serra. No final da tarde, visitaram a Associação Recreativa e Cultural da Cova do Ouro e Serra da Rocha e, posteriormente, a capela do Tovim. Já de noite, os Símbolos peregrinaram pelas ruas de St. António dos Olivais até ao Mosteiro de Celas.

Os Símbolos da JMJ visitaram ainda as várias instituições de Ensino Superior da cidade, tendo recebido várias Serenatas por parte dos estudantes. Já nos dia 26 de abril, os Símbolos foram até ao centro hospitalar CHUC e, durante a tarde, foram acolhidos pelo COT Universitário.

O dia 27 de abril ficou marcado pela passagem dos Símbolos da JMJ por colégios, escolas, e instituições, tendo o dia terminado com uma Eucaristia na Igreja de Ceira e, logo a seguir, foram recebidos na Igreja São João Baptista, onde foi realizada uma Via Lucis com procissão pelas ruas.

Já na sexta-feira, dia 28 de abril, a Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani foram recebidos no Quartel Bombeiros Sapadores de Coimbra. Depois, visitaram a Cáritas Diocesana de Coimbra e o Coimbra Shopping, onde se cantou o hino oficial da JMJ Lisboa 2023. Na parte da tarde, visitaram o Centro Social de São José, passando depois para o COT Marquês.

No sábado, dia 29 de abril, ao Símbolos estiveram no Louriçal e, durante a tarde, houve uma caminhada até ao quartel dos bombeiros, com a presença da Filarmónica, do Grupo de Jovens e dos grupos da Paróquia. Houve ainda espaço para um momento de representação da história da JMJ e dos Símbolos que a representam.

Durante todo o mês de maio, os Símbolos da JMJ, vão permanecer na Diocese de Leiria-Fátima, sendo depois entregues à Diocese de Santarém. Cada uma das Vigararias terá oportunidade de os receber, com destaque para o momento da passagem no Santuário de Fátima, nos dias 12 e 13 de maio.

Fotos por: COD Coimbra e Leiria-Fátima
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
O poema chama-se “Missa das 10” e foi publicado no volume Pelicano (1987). Pode dizer-se...
ver [+]

Tony Neves
Cerca de 3 mil Espiritanos, espalhados por 63 países, nos cinco continentes, anunciam o Evangelho....
ver [+]

Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES