Uma semana com... um padre |
Padre Armindo Reis: ?O padre não trabalha em nome pessoal?
<<
1/
>>
Imagem
Na última semana de Abril, o blogue “Uma semana com… um padre” recebeu a partilha do pároco da Benedita, padre Armindo Reis. “O padre não trabalha em nome pessoal, é em nome de Deus e da Igreja de Deus que actua”, garante.

O início da partilha do padre Armindo, no sábado, 24 de Abril, coincidiu com a participação no mês de Adoração contínua do Santíssimo Sacramento, motivada pelo Ano Sacerdotal mas tendo também presente a visita pastoral do Papa Bento XVI a Portugal: “É uma alegria ver as pessoas interessadas em rezar e sobretudo com a satisfação de estarem em adoração diante do Senhor no sacramento eucarístico”.

“Domingo é sempre o dia grande da semana de um padre”, começa por escrever o padre Armindo no segundo dia da sua partilha, enquanto contava as vocações que a Benedita deu à Igreja: “Ainda há poucas décadas rondavam a centena as irmãs cá nascidas. Os sacerdotes são mais escassos: há registo de pelo menos quinze, dos quais nove ainda vivem. A última ordenação, do Pe. Marcelo Boita, aconteceu ainda há dois anos. Neste momento temos apenas um jovem no Pré-seminário”.

Como já alguns padres partilharam, a segunda-feira é o dia de descanso, mas como também já é costume, nem sempre assim é. “Neste dia mais livre é a oportunidade de pôr ordem naquilo que ficou atrasado da semana anterior ou de preparar alguma actividade da semana que começa”, conta o padre Armindo, no dia em que foi prestar assistência aos grupos do Renovamento Carismático. Conheça este movimento em http://umasemanacom.blogspot.com

Na terça-feira, dia 27 de Abril, o dia começou com a reunião de Vigários no Seminário dos Olivais. O objectivo é explicado pelo padre Armindo: “Reflectir ou programar a acção pastoral da Diocese”, mas desta vez a reunião teve especial enfoque “na preparação da visita do Papa Bento XVI a Portugal”. Conheça o perfil de Bento XVI pelo padre Armindo no blogue “Uma semana com… um padre”

Na quarta-feira, 28 de Abril, o padre Armindo faz um retrato completo da Benedita. Conheça melhor “esta freguesia no sopé da Serra dos Candeeiros” em http://umasemanacom.blogspot.com

Na quinta-feira, o padre Armindo destrói ilusões: “A vida de um padre à frente de uma paróquia, por mim falo, não será bem como muita gente imagina: uma vida calma com muito tempo para rezar, ler, falar com as pessoas... Pelo contrário, muitas vezes é atormentada por uma grande variedade de responsabilidades e tarefas que o absorvem imenso e retiram tempo ao essencial. Mas não podemos cair na tentação da Marta do Evangelho e pôr a prioridade na acção, porque esta sem alimento acaba por ser vã e por nos deixar vazios. O padre não trabalha em nome pessoal, é em nome de Deus e da Igreja de Deus que actua!”.

O último dia do padre Armindo no blogue “Uma semana com… um  padre” foi para reflectir e partilhar a acção social na sua paróquia: “A Benedita é uma terra que ganhou fama de riqueza, mas que na verdade tem graves problemas sociais, uns à vista, outros encobertos. A crise económica que o país atravessa está a reflectir-se bastante nesta realidade local”. Saiba como pode ajudar em http://umasemanacom.blogspot.com

 

Comentários e opiniões

“P. Armindo Reis, como é meu hábito tenho acompanhado o ‘uma semana com...’ Tendo-o esta semana, que é o nosso pároco, conte comigo aqui neste espaço diário de partilha.”

Luís Lopes (Benedita)

 

“Padre Armindo, é um prazer tê-lo neste espaço sendo eu também membro da sua paróquia mais precisamente do lugar dos Freires. A sua homilia de hoje foi muito significativa e muito forte a nível sentimental.”

Marco Santos (Benedita)

 

“Olá Padre Armindo. Esta semana então é que vai ser uma semana animada :) Com esta iniciativa do Voz da Verdade, e nesta rubrica ‘Uma semana com... um padre’, podemos observar através da figura do Padre como é vivida e sentida a rotina diária desta expressão do Senhor. Andarei por aqui... e pelas redes a ver o que nos conta haahhahaa”

Vanessa Quitério, Jovens Benedita

 

“‘Lausperene’ foi uma experiência apaixonante para mim, pude estar presente em três períodos de uma hora, que me levaram a sentir acompanhada do Deus vivo presente naquela capela. De volta a casa trouxe aquela companhia que não me deixou desligar d'Ele o dia todo.”

Anónimo (Benedita)

 

“Armindo, também nós sentimos a tua falta! Apesar de todas as semanas nos falarmos por telefone, as poucas vezes que nos conseguimos encontrar pessoalmente sabem a pouco. No entanto sentimo-nos felizes por sabermos que estás bem e que estás a seguir a tua vocação com dedicação e amor para com o próximo.”

Alda (irmã do padre Armindo)

 

“As suas reflexões têm sempre algo que nos convida a mergulhar no conteúdo e não ficar à superfície. É fantástico. Que o Senhor lhe conceda todas as bênçãos.”

I.L. – Benedita

 

 

Todas as partilhas do padre Armindo Reis

http://umasemanacom.blogspot.com/search/label/Pe.%20Armindo%20Reis

 

João Carita
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Foi muito bem acolhida, pela generalidade da chamada “opinião pública”, a notícia de que...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES