Lisboa |
60.º Encontro Nacional de Catequese
Discurso do Papa mudou o ‘chip’ à catequese
<<
1/
>>
Imagem

O diretor da Catequese do Patriarcado de Lisboa considerou, no 60.º Encontro Nacional de Catequese, o “discurso do Papa Francisco aos bispos portugueses” como “o ponto de viragem na reflexão e na ação catequética em Portugal”.

“O discurso do Papa aos bispos, na visita ad limina, transformou o modo como pensamos, em Portugal, a catequese. As intuições, os desafios e as lacunas identificadas permitiram-nos mudar o ‘chip’ no modo como fazemos a catequese e somos catequistas”, apontou o padre Tiago Neto, citado pelo portal Educris (www.educris.com), explicando que o pensamento de Francisco é claro sobre o modo como a catequese deve acontecer e exige “uma conversão pessoal e pastoral de pastores e fiéis num processo continuo”, onde “o foco está no acolhimento dos outros, para que possam sentir a Igreja como sua casa”. “O desafio atual passa por perceber de que modo é que pomos em prática aquilo que nos é trazido pelos vários documentos e fazer a ligação, através de uma conversão prática entre os vários atores, e a assunção de uma catequese de acompanhamento pessoal daqueles que iniciam ou se reaproximam da fé e da Igreja”, explicou o responsável, na intervenção sobre ‘Ser Catequista: O Catequista e a sua missão’, durante o 60.º Encontro Nacional de Catequese que decorreu de 12 a 14 de abril, no Seminário maior de Viseu.

foto por Educris
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Quando Jean Lacroix fala da força e das fraquezas da família alerta-nos para a necessidade de não considerar...
ver [+]

Tony Neves
É um título para encher os olhos e provocar apetite de leitura! Mas é verdade. Depois de ver do ar parte do Congo verde, aterrei em Brazzaville.
ver [+]

Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES