Lisboa |
Passagem da ‘Chama pela paz e pela Europa unida’, na Sé Patriarcal
“Não podemos desistir de rezar e trabalhar pela paz”
<<
1/
>>
Imagem

A ‘Chama pela paz e pela Europa unida’, que desde há alguns anos percorre as capitais da Europa, a partir do Mosteiro beneditino de Núrcia, esteve na Sé Patriarcal de Lisboa.

“Damos graças a Deus por este sinal que hoje vem até nós”, começou por referir D. Joaquim Mendes, que presidiu à Eucaristia, no dia 5 de março. “Esta «Chama» foi entregue em 1964 pelo Papa São Paulo VI à Abadia de Monte Cassino, por ocasião da sua reconstrução, após os bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial e, desde então, tem peregrinado por várias capitais europeias e hoje por Lisboa, com uma forte mensagem de paz e de esperança para os jovens que aqui acorrerão em agosto próximo para a Jornada Mundial da Juventude”, explicou o Bispo Auxiliar de Lisboa, sublinhando que “a busca da paz e da unidade da Europa vem desde os fins da Idade Média”. “Contudo, tornou-se imperativo, porque a guerra voltou a aparecer no coração da Europa, na Ucrânia”, lamentou.

Perante diversos membros da Abadia de Monte Cassino, incluindo D. Donato Ogliari, abade da Abadia de São Paulo Fora dos Muros e administrador apostólico da Abadia Territorial de Montecassino, em Itália, e do embaixador italiano, D. Joaquim Mendes incentivou ao “empenho pela paz”. “Não podemos desistir de rezar e trabalhar pela paz, inspirando-nos no Evangelho e no exemplo de São Bento, na sua espiritualidade, e no exemplo do seu compromisso pessoal e social na reconstrução da Europa e no empenho pela paz”, convidou o prelado.


Fotos por: www.abbaziamontecassino.org

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES