JMJ Lisboa 2023 |
Diocese de Braga
Em clima de festa para acompanhar os Símbolos da JMJ
<<
1/
>>
Imagem

Depois de serem recebidos em Esposende, em clima de festa e ao som da fanfarra de São Romão do Neiva, os Símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) começaram a sua visita pela Diocese de Braga, onde irão percorrer os diversos Arciprestados.

A semana começou com a receção em Apúlia, no Arciprestado de Esposende, tendo os Símbolos visitado algumas escolas, onde foram dinamizadas diversas atividades com jovens alunos. “Nos intervalos, os jovens aproximaram-se, houve cânticos, momentos de oração, muito entusiasmo juvenil à volta dos Símbolos”, descreveu o Pe. Rui Jorge Neiva, do Comité Organizador Arciprestal (COA) de Esposende em declarações ao site da Arquidiocese de Braga.

De seguida, houve uma peregrinação a pé pela cidade, com a colaboração da GNR, até à Igreja Matriz de Esposende, onde a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani ficaram em exposição durante toda a tarde. À noite, o Bispo D. Delfim Gomes presidiu à celebração da Eucaristia, na Igreja Matriz, que contou com um coro formado por jovens das diversas paróquias do Arciprestado.

Na segunda-feira, dia 31 de janeiro, último dia de peregrinação em Esposende, os Símbolos da JMJ estiveram na zona sul do Arciprestado, na igreja Matriz de Apúlia, onde ficaram em exposição durante todo o dia. À noite, depois da oração de envio, os Símbolos foram entregues ao Arciprestado de Póvoa do Varzim/Vila do Conde com a Eucaristia presidida por D. Nuno Almeida, em honra de D. Bosco, padroeiro dos jovens.

O primeiro dia do mês de fevereiro começou em clima de festa e alegria, tendo o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani e a Cruz Peregrina visitado algumas das Paróquias do Arciprestado. Ao final do dia, os Símbolos visitaram o Quartel dos Bombeiros de Vila do Conde, tendo o dia encerrado com um momento de Vigília na Igreja do Senhor dos Navegantes.

Já no dia 2 de fevereiro, os Símbolos da JMJ continuaram a visita às Paróquias do Arciprestado de Vila do Conde, onde foram recebidos e acolhidos com entusiasmo. À noite, o Arciprestado despediu-se dos Símbolos com uma Eucaristia seguida de adoração à Cruz Peregrina e ao ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani. Por fim, os Símbolos da JMJ foram passados para o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão.

No dia 3 de fevereiro, sexta-feira, o dia iniciou com um momento de adoração e oração na Igreja de Vale S. Cosme com a presença do ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani e a Cruz Peregrina. Depois, os Símbolos partiram em peregrinação até ao Centro Pastoral de Riba de Ave para mais um momento de Adoração. Pela tarde, na Igreja de Avidos, foi momento de Via Sacra.

No sábado, logo pela manhã, foi a vez dos Bombeiros de Famalicão acolherem os Símbolos da JMJ, seguindo depois em procissão, acompanhados pela fanfarra de Escuteiros do Agrupamento 291 Calendário, até à Igreja de Antas. A tarde revelou-se repleta de surpresas e dinâmicas preparadas para os jovens na Praça - Mercado Municipal. O final do dia foi em festa com um “Sunset com Maria” e peregrinação dos Símbolos até à Igreja Matriz Nova, com paragem no hospital, tendo permanecido na Igreja até ao dia seguinte. 

No dia 5 de fevereiro, teve lugar a Eucaristia de Celebração de envio com a passagem dos Símbolos da Jornada Mundial da Juventude ao Arciprestado de Barcelos, onde permanecerão nos dias 5, 6 e 7.

 

Neste mesmo dia houve ainda espaço para os Símbolos passarem pelo Quartel dos Bombeiros Voluntários de Viatodos, onde se fez uma Bênção dos Capacetes, e para uma visita aos Santuários da Aparecida e da Franqueira. Depois houve ainda tempo para uma Missa Campal no Senhor da Cruz e para um jogo de Futsal organizado pelos jovens.

Os Símbolos vão permanecer na Diocese de Braga até ao próximo dia 2 de março, seguindo depois caminho para a Diocese de Aveiro. Podes continuar a acompanhar tudo a partir do nosso Instagram, Twitter e Facebook.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES