JMJ Lisboa 2023 |
Jovens realizam ação de plantação
1200 árvores plantadas em nome da JMJ
<<
1/
>>
Imagem

Na manhã de sábado, 28 de janeiro, foram plantadas, no Arouca Geopark, 1200 árvores dedicadas à Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023. Esta ação de plantação foi financiada na íntegra pelas receitas da World Youth Day (WYD) Global Race, uma iniciativa lançada em outubro de 2022 pela Fundação JMJ Lisboa 2023 e pela Move Sports, com o patrocínio oficial da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Foram cerca de 170 os jovens que participaram neste momento, ajudando a plantar sobreiros e carvalhos-alvarinhos. Marcaram presença representantes do Secretariado Diocesano Para a Juventude (SDPJ), escuteiros do Núcleo Terras de Santa Maria, da Associação Juvenil 4540 Arouca, do grupo de jovens de mansores, da Junta de Freguesia de Moldes e da Associação de baldios de moldes.

Para o Representante Regional do CNE no Porto, “os escuteiros nunca poderiam deixar de participar”, já que, conforme salientou, “a nossa missão é fazer a boa ação de cada dia”. Além disso, deixou um convite a todos os jovens escuteiros a participar na JMJ Lisboa 2023, por ser “uma oportunidade única”.

À mesma hora, decorreu no Parque Aventura & Trilho Ecológico da Lipor, em Baguim do Monte (Gondomar) /Ermesinde (Valongo), uma outra ação onde foram plantadas cerca de 150 árvores autóctones, também elas dedicadas à JMJ Lisboa 2023.

Conforme revelou José Manuel Ribeiro, presidente do Conselho de Administração da Lipor, à Voz Portucalense, “era quase natural a nossa ligação à JMJ”.

D. Manuel Linda, Bispo do Porto, também marcou presença neste momento, junto a dezenas de jovens que não quiseram faltar a esta iniciativa e recordou as palavras do Papa Francisco, realçando a necessidade de cuidar da nossa “casa comum”.

A Fundação JMJ Lisboa 2023, em parceria com a Global Tree Initiative (GTI), lançou o desafio mundial de plantação de árvores que pretende alertar para a importância da biodiversidade e para as alterações climáticas, sensibilizando para os seus efeitos.

Depois das plantações deste sábado, são já mais de 4000 as árvores dedicadas à JMJ Lisboa 2023, plantadas em várias partes do mundo, tal como Angola, Índia, Nigéria, França, Austrália, Brasil e Portugal.

Para compensar parte da pegada ambiental gerada por todas as atividades que envolvem a organização da JMJ Lisboa 2023, a Fundação JMJ Lisboa 2023 convida todos a plantarem uma árvore e a dedicá-la à JMJ Lisboa 2023.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES