JMJ Lisboa 2023 |
Vídeo
JMJ Lisboa 2023 promove conversas entre D. Tolentino Mendonça e jovens
<<
1/
>>
Imagem
Video

No âmbito do caminho para a JMJ Lisboa 2023, a organização desafiou o Cardeal José Tolentino Mendonça para uma série de conversas com jovens. D. Tolentino irá conversar com jovens de diversas nacionalidades sobre a realidade dos jovens, a fé, os tempos que vivemos e a própria Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023.



A primeira conversa foi publicada esta semana e contou com a presença de dois jovens portugueses, a Sara, do Comité Organizador Local (COL) da JMJ Lisboa 2023, e o David, do Comité Organizador Diocesano (COD) de Vila Real, com quem D. Tolentino Mendonça falou sobre a Espera do Natal e da JMJ Lisboa 2023.

“A vossa geração de jovens não pode ser de mulheres e homens que repetem o mundo, vocês têm de recriar”, pois “não é impossível uma civilização do amor”, disse D. Tolentino Mendonça aos jovens Sara e David.

Questionado sobre a Espera para o Natal, tendo em conta os tempos atuais, o Cardeal disse que “espera quem sabe que falta alguma coisa”, sendo que o tempo do Advento é “um tempo que nos prepara para a espera que também é uma forma de esperança”, pois prepara-nos para a vinda “daquele que vem completar e dar sentido à nossa vida”.

Em relação à Espera pela JMJ Lisboa 2023, D. Tolentino Mendonça referiu que “hoje, em dezembro, já estamos felizes”, uma vez que “o nosso coração está projetado neste encontro”. No entanto, o Cardeal avisou que este encontro pode ser “mais do que um acontecimento episódico”, se, durante a sua preparação, “nós investirmos seriamente e aproveitarmos este tempo como um tempo de crescimento, de descoberta, de aprofundamento da nossa fé, da nossa esperança, de nos envolvermos mais em Igreja, de nos descobrirmos Igreja”.

Para o Cardeal, recém-nomeado Prefeito do Dicastério para a Cultura e a Educação na Santa Sé, Maria “ensina-nos a arte da Espera”, deixando “no nosso coração uma marca, um ensinamento que nunca se esquece”. Além disso, frisou o “Sim” de Maria, já que “isto para nós é um desafio muito grande porque facilmente nós vivemos no «nim», que é meio sim, meio não, e é um compromisso meio descomprometido”.

No final desta conversa, D. Tolentino Mendonça relembra o tema da JMJ Lisboa 2023, “Maria levantou-se e partiu apressadamente”, realçando que a pressa de Maria, “porque ela traz no seu seio Jesus”, tem de ser a mesma pressa para um jovem que “traz no seu coração Jesus”.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Quando Jean Lacroix fala da força e das fraquezas da família alerta-nos para a necessidade de não considerar...
ver [+]

Tony Neves
É um título para encher os olhos e provocar apetite de leitura! Mas é verdade. Depois de ver do ar parte do Congo verde, aterrei em Brazzaville.
ver [+]

Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES