JMJ Lisboa 2023 |
Livro
Meditações do Terço em braile e pictogramas
<<
1/
>>
Imagem

A Fundação JMJ Lisboa 2023 apresentou a obra “Meditações Terço” em linguagem inclusiva. Um livro onde constam as Meditações do Terço da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 adaptadas para linguagem pictográfica e braile. Paralelamente, foram também disponibilizadas as Meditações em Língua Gestual Portuguesa e em formato áudio.

A obra “Meditações Terço” em Comunicação para Todos foi elaborada em parceria com o Centro de Recursos para Inclusão Digital da Escola Superior Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Instituto Politécnico de Leiria, tendo levado quase 12 meses a estar concluída, passando por diversos testes e etapas até à edição final.

O evento de lançamento foi conduzido pelo Pe. Tiago Melo, da Direção da Comunicação do Comité Organizador Local (COL) da JMJ Lisboa 2023, e contou com a presença da Dr.ª Célia Sousa, coordenadora do Centro de Recursos para Inclusão Digital da ESECS do Instituto Politécnico de Leiria, de D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, e ainda da responsável do Gabinete de Diálogo e Proximidade, Carmo Diniz.

O livro apresentado conta com as Meditações do Terço da JMJ Lisboa 2023 adaptadas para linguagem pictográfica, reconhecida em 38 línguas, para braile e, através de um código QR, são disponibilizadas também em Língua Gestual Portuguesa e em formato áudio, para ser acessível ao maior número de pessoas possível. A Língua Gestual Portuguesa foi interpretada pela voluntária Bruna Saraiva do Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 714 Albufeira e a gravação do áudio contou com a colaboração da Rádio Renascença e pode ser consultada em www.lisboa2023.org.

A edição com as meditações do terço em linguagem inclusiva, assim como da oração da JMJ Lisboa 2023, foi distribuída para todas as dioceses do país através dos Comités Organizadores Diocesanos da JMJ Lisboa 2023, assim como através dos parceiros do Gabinete de Diálogo e Proximidade do COL, nomeadamente Corpo Nacional de Escutas, Federação das Associações de Paralisia Cerebral, Humanitas, Irmãos de São João de Deus, Irmãs Hospitaleiras e Movimento Fé e Luz.

 

“Não existe em português o formato de comunicação para todos de meditações do terço. Fica o legado para quem quiser rezar o terço, daqui para a frente. Na preparação, durante a jornada e depois dela.”

Carmo Diniz, Gabinete de Diálogo e Proximidade

 

“Nós não trabalhámos os textos para escrita fácil e tentámos adaptar, através dos pictogramas, a mensagem para que possa chegar a pessoas que não conseguem ler, que têm alguma incapacidade intelectual, que não dominam a língua portuguesa e não vão dominar alguns formatos. Porque seria impossível traduzir para todos os formatos.”

Célia Sousa, coordenadora do Centro de Recursos Digital do IPL

 

Para o presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, a ferramenta apresentada é uma forma de “fazer chegar o convite a todos”, para que se “sintam verdadeiramente acolhidos” e a “experiência da Jornada seja verdadeiramente positiva”

“Quem nos parece diferente não é um problema ou um obstáculo, mas uma oportunidade e uma riqueza. Isso também é a Jornada a acontecer”, afirmou D. Américo Aguiar, acrescentando que é necessário acolher “com naturalidade e normalidade uma irmã e um irmão que nos coloca desafios novos”, o que “significa muito caminho a percorrer na área da comunicação” para que seja normal, em qualquer comunidade, corresponder “à necessidade de A, B e C”.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
O poema chama-se “Missa das 10” e foi publicado no volume Pelicano (1987). Pode dizer-se...
ver [+]

Tony Neves
Cerca de 3 mil Espiritanos, espalhados por 63 países, nos cinco continentes, anunciam o Evangelho....
ver [+]

Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES