Cáritas de Lisboa |
Ajuda Mais Solidária - Cáritas Paroquial de Famões
O engenho e a boa vontade ao serviço da comunidade
<<
1/
>>
Imagem

A Ajuda Mais Solidária (AMS) nasceu no período da pandemia, no seio de um grupo de catequistas, que se mobilizou para solicitar o apoio da comunidade na resposta a situações de carência material e social, tendo adquirido depois a identidade de Cáritas Paroquial de Famões.

 

A necessidade que se fazia sentir na altura era tal que acabou por gerar uma corrente de ajuda, conseguida através da colocação de Caixas Solidárias nas paragens de autocarro da freguesia, onde eram deixados sacos de pão e outros alimentos não perecíveis, que podiam ser depois levados por quem deles precisasse. A iniciativa ganhou dimensão e cresceu, tendo dado origem ao Banco de Alimentos Urgente (BAU) e ao Banco de Roupa (BR).

 

Banco de Alimentos Urgente

Com o BAU, o grupo assumiu o compromisso de doar semanalmente, e em exclusivo, cabazes de alimentos aos residentes na freguesia de Famões, que cumpram as condições de elegibilidade para o apoio do Banco Alimentar do Centro Comunitário Paroquial de Famões (CCPF). Evitando a duplicação dos apoios e garantindo que as famílias não ficam completamente desprotegidas (enquanto reúnem a documentação necessária para poderem integrar a resposta do Banco Alimentar), a iniciativa providencia bens alimentares de primeira necessidade a famílias a precisar de ajuda, num momento muito particular, pelo que tem um carácter temporário.

Atualmente, ao longo do ano, e em épocas especiais, como a Páscoa e o Natal, a comunidade paroquial é desafiada a apoiar esta causa, podendo cada família da freguesia apadrinhar uma outra em situação de carência, com um generoso e festivo cabaz de alimentos para a ceia de Natal ou para o almoço da Páscoa.

 

Banco de Roupas

O Banco de Roupas resulta de um desafio colocado ao grupo pelo CCPF, a quem disponibilizou um espaço no Bairro de Triache, e solicitou que ficasse responsável pelo recebimento e gestão das peças de vestuário, de puericultura e de artigos para o lar.

Atualmente, e na gestão que faz de si mesmo, o BR responde aos pedidos que chegam diretamente ao AMS, ao CCPF ou através do BAU e das redes sociais, podendo as famílias, por agendamento, deslocarem-se ao local para escolherem o que necessitam. O BR também faz a ponte entre quem precisa e quem quer doar mobiliário e eletrodomésticos, divulgando os pedidos e facilitando os contactos entre quem recebe e quem oferece, não existindo, nestes casos, nenhuma condicionante geográfica.

 

Recursos e parceiros

A AMS conta com o apoio da Comunidade Paroquial, da Cáritas Diocesana de Lisboa, do CCPF e com a estreita articulação com a Junta de Freguesia de Pontinha/Famões, bem como com a Câmara Municipal de Odivelas – parceiros que não só colaboram, como sinalizam situações de carência social e económica. São também seus parceiros os supermercados Pingo Doce e o Banco Alimentar. Com todos eles, é seu objetivo orientar e encaminhar as famílias para os serviços de ação social competentes da sua zona de residência.

A AMS faz também angariação de fundos através de iniciativas desenvolvidas ao longo do ano, como sejam a venda de artigos temáticos, de sacos solidários e de nenucos reciclados. Todas as peças confecionadas são únicas e verdadeiras obras de arte, feitas artesanalmente por mãos apaixonadas e dedicadas de artistas da comunidade.

 

2021 e 2022

O ano de 2021 foi de consolidação da sua atividade e de alargamento da sua rede de parceiros. Apoiou 36 famílias e 9 adultos individualmente, num total de 154 pessoas, das quais 92 adultos e 62 crianças/jovens. O Banco de Roupas apoiou cerca de 290 famílias, umas, uma só vez, outras, mais do que uma. Por ocasião do Dia Mundial dos Pobres (14 de novembro), realizou uma campanha de angariação de alimentos, tendo o resultado sido muito generoso.

Em 2022 continuou a prestar apoio à comunidade, tentando adaptar-se e evoluir a par da situação pós-pandémica e da generalizada instabilidade energética e alimentar causada pela guerra na Ucrânia. Participou em ações de ajuda à Ucrânia e prestou ajuda aos refugiados acolhidos no território da paróquia. Manteve o apoio alimentar regular às famílias carenciadas da freguesia (cerca de 20 por mês), e estreitou as parcerias estabelecidas com as entidades locais, de modo a melhorar cada vez mais o apoio prestado. Em outubro, no âmbito da Festa da Padroeira da terra, organizou uma quermesse, que contribuirá para o restauro da imagem de Nossa Senhora do Rosário.

 

___________

Caso deseje saber mais, colaborar ou solicitar o apoio do AMS, contacte:

Tel.: 968 238 998 | Email: ams.caritasfamoes@gmail.com

Facebook: www.facebook.com/amscfamoes

texto e fotos por Ajuda Mais Solidária - Cáritas Paroquial de Famões
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES