Lisboa |
Semana dos Seminários
Venha passar um dia no Seminário dos Olivais
<<
1/
>>
Imagem

O Seminário Maior de Cristo Rei dos Olivais vai abrir as suas portas a quem o queira visitar. O ‘Dia Aberto’ decorre a 30 de outubro, Domingo, e vai ter “atividades diferentes para crianças, adolescentes, jovens e adultos”, segundo explica uma carta do reitor do seminário, cónego José Miguel Pereira, enviada esta semana ao clero.

Esta iniciativa, por ocasião da Semana dos Seminários (30 de outubro a 6 de novembro), tem início a partir das 9h30, havendo workshops, Missa, almoço partilhado, visita guiada, testemunhos SODay, lanche e despedidas.

Durante a semana, o Seminário dos Olivais vai ainda promover o ‘Semana.com’, que decorre desde o jantar de dia 30 de outubro até à tarde de 5 de novembro e é dirigido a “jovens rapazes maiores de 18 anos”. “Podem viver ao nosso ritmo, depois dos seus horários e/ou trabalhos; partilhando connosco oração, refeições e convívio e pernoitando no Seminário, saindo de manhã para as suas ocupações e regressando ao Seminário no final das mesmas”, informa a nota do reitor.

Finalmente, no dia 3 de novembro, quinta-feira, às 21h30, haverá a Vigília pelos Seminários, “aberta a quem queira vir e rezar connosco”, segundo a carta do cónego José Miguel Pereira.

Neste ano pastoral 2022-23, o Seminário dos Olivais tem uma comunidade com 18 seminaristas na Etapa Discipular (13 do Patriarcado) e 42 na Etapa Configuradora (26 do Patriarcado).


Informações: 219457370 ou secretaria@seminariodosolivais.org

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES