JMJ Lisboa 2023 |
Audiência ao presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023
Papa Francisco acompanha a preparação da JMJ Lisboa 2023
<<
1/
>>
Imagem

O Papa recebeu, no Vaticano, o presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, D. Américo Aguiar. Foi o terceiro encontro realizado com o objetivo de partilhar com Francisco o caminho de preparação da jornada e ouvir “a sua sensibilidade, o que o seu coração diz em relação a assuntos e tarefas que temos a desenvolver”. D. Américo Aguiar destaca a importância de aferir “em direto”, as impressões do “coração de Francisco” sobre a próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude, que a capital portuguesa recebe de 1 a 6 de agosto de 2023.

“É a sua jornada, é o seu convite. Estas audiências permitem, por um lado, que o Papa tenha conhecimento direto do ponto de situação, o que é o nosso objetivo, bem como para ir redesenhando algumas decisões, aproximando-as do que é o sentir e o desejo de Francisco”, acrescenta D. Américo Aguiar em declarações à Agência Ecclesia.

O presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023 assume o desafio de apresentar uma jornada “diferente”, respondendo às indicações do Papa Francisco.

“Temos transportado esse desafio que o Papa coloca aos jovens e que nos coloca, porque a jornada não tem de ser, obrigatoriamente, uma fotocópia das edições anteriores”, indica.

O bispo auxiliar de Lisboa assume o objetivo de, “mantendo a estrutura das edições anteriores, a identidade de cada JMJ”, poder dar uma “marca” específica à edição de Lisboa, ajudados pelo “sentir do Papa Francisco em relação aos jovens”.

A OPINIÃO DE
Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Há anos, Umberto Eco perguntava: o que faria Tomás de Aquino se vivesse nos dias de hoje? Aperceber-se-ia...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Já lá vai o tempo em que por muitos cantos das nossas cidades e vilas se viam bandeiras azuis e amarelas...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES