Editorial
P. Nuno Rosário Fernandes
A Missão de fazer sorrir o coração
Quantas vezes somos capazes de sorrir? Em que momentos sorrimos? Leonardo é um palhaço profissional. Todas as noites, deixa a sua casa e dirige-se para a sala de espetáculos onde centenas de crianças e adultos o aguardam. Porque ele é o melhor palhaço...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Sou indiferente, também, para comigo?
De que serve encher a praça pública de descontentamentos, críticas daqui e dacolá, incentivos a manifestações, greves, e tantas outras formas ditas democráticas de expressar a opinião se, depois, não se aproveita o instrumento que é dado ao povo para,...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Missão sempre
«Quereria percorrer a terra, pregar o teu nome, implantar no solo infiel a tua cruz gloriosa, mas, ó meu Bem Amado!, uma missão só não me bastaria: Quereria, ao mesmo tempo, anunciar o Evangelho nas cinco partes do mundo e até nas ilhas mais longínquas.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Construir a sociedade
No próximo Domingo, 6 de outubro, todos somos convidados a sair à rua para manifestar a nossa opinião sobre o que queremos para o nosso país. Não podemos ficar impávidos e serenos, sentados em casa a ver a caravana passar, e depois criticarmos o cortejo...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Mais uma freira assassinada?
Na passada semana, fomos surpreendidos com a notícia do homicídio de uma mulher, religiosa consagrada, de 61 anos, em São João da Madeira. Para muitos, pode ser mais um homicídio, como os que, infelizmente, são quase diariamente relatados na comunicação...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Não temos que ser todos iguais
Depois da viagem realizada a África, o Papa Francisco, no regresso a Roma e no decorrer da habitual conferência de imprensa no avião, afirmou que “hoje existem colonizações ideológicas, que querem entrar na cultura dos povos e transformar aquela cultura e homogeneizar a humanidade”.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
O rapaz que queria ser rapariga
Nos últimos tempos, o tema da ideologia de género tem sido motivo de notícia e de muitas discussões. Porque considero um tema pertinente para o qual precisamos estar atentos, gostaria de recuperar, aqui, um texto que publiquei neste jornal, no ano 2016.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Fazer das férias Missão
Não aparece nas capas dos jornais, nem abre noticiários, mas Jesus está aí, e bem Vivo, a percorrer aldeias, vilas e cidades, também em tempo de férias. Às vezes pode correr-se o risco de viver Jesus apenas durante o ano, quando os horários organizados...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Contemplar o Amor
Escrevo este texto em Cracóvia, na Polónia, durante a peregrinação que acompanho com a paróquia que me está confiada, Nossa Senhora do Amparo de Benfica, percorrendo os passos de São João Paulo II. É, para mim, uma graça grande poder percorrer estes caminhos,...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Levar a vida a sério
Por vezes, pergunto-me se somos, efetivamente, capazes de levar a vida a sério! E quando falo da vida, refiro-me à vida no seu todo, em tudo o que fazemos e somos, não apenas no que diz respeito à minha vida pessoal, mas ao modo como olho para a vida...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Uma cultura mastigada?
Chegámos ao final do mês de junho e, assim, passou mais um ano pastoral. Na sequência da caminhada sinodal na nossa diocese, e após a publicação da Constituição Sinodal de Lisboa, de dezembro de 2016, este ano foi vivido tendo como tema ‘A liturgia como lugar de encontro’.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
O editorial que termina sem rimar
Este mês de junho é mês de festas, procissões e de rimas. Rimas de quadras, pensadas e estruturadas para rimar. Porque são três santos que se celebra, em ambiente popular. Santo António de Lisboa é o primeiro, e há tanto da sua vida para valorizar. Mas...
ver [+]
A OPINIÃO DE
Tony Neves
O Gabão acolheu-me de braços e coração abertos, numa visita que foi estreia absoluta neste país da África central.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Impressiona como foi festejada a aprovação, por larga e transversal maioria de deputados e senadores,...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Há anos, Umberto Eco perguntava: o que faria Tomás de Aquino se vivesse nos dias de hoje? Aperceber-se-ia...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Já lá vai o tempo em que por muitos cantos das nossas cidades e vilas se viam bandeiras azuis e amarelas...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES