Editorial
P. Nuno Rosário Fernandes
A morte mata!
Já passaram nove meses desde o momento em que a pandemia da covid-19 começou a afetar o nosso país. Desde essa altura têm sido inúmeros os esforços para evitar contágios, cuidar e salvar pessoas. Luta-se pela vida nos hospitais, fazendo horários absurdos, mas necessários para poder chegar a todos.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
JMJ 2023: Amar faz bem
Os jovens portugueses viveram, no passado Domingo, 22 de novembro, um momento especial com a entrega dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude, com vista à preparação do grande evento que se vai realizar em Lisboa, no ano 2023 (JMJ Lisboa 2023)....
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
‘Ire’ e levantar a VOZ
O título deste texto, num primeiro olhar, pode induzir em erro. Falar em levantar a voz pode significar afirmar-se, gritar, impor-se, demonstrar autoridade, e muitos outros significados que lhe queiramos atribuir com uma tonalidade de exaltação. Mas,...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
“Estender a mão ao pobre” com responsabilidade
A pandemia continua e vai continuar enquanto não houver uma vacina eficaz e a responsabilidade de todos para evitar as possibilidades de contágio. Podemos fazer a nossa vida, adaptada a uma nova normalidade, com responsabilidade, podemos pensar que...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
O desperdício zero que matava a fome
A pandemia trouxe grandes alterações à vida na sociedade. Trouxe o desemprego, o acentuar da pobreza, um maior número de pessoas a solicitar ajudas. Para fazer face à pandemia, muitos tiveram que reinventar as suas vidas, encontrar novas formas de...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
A exceção à regra não pode tornar-se a regra da exceção
Não me meto em políticas e nunca gostei das ‘politiquices’. O Papa Francisco tem lembrado, com alguma frequência, que a política é importante e os cristãos devem estar no meio dela, mas há, muitas vezes, no interior da política, muitas politiquices que não entendemos.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
O que vejo à janela?
É quarta-feira, dia de fecho de mais uma edição deste jornal e, depois de uma longa noite de chuvas fortes, trazidas pela dita depressão ‘Bárbara’, amanheceu com um céu mais azul, limpo de nuvens. Sentado à secretária, na residência paroquial,...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Dar-se
Um pouco por toda a diocese vão-se procurando iniciar as atividades de um novo ano pastoral. O constrangimento da pandemia que estamos a viver traz limitações, preocupações, angústias, expectativas... Mas, vamos percebendo, sobretudo naqueles que são chamados a servir, uma atitude de esperança.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
Distanciamento social não é afastamento
O tempo que estamos a viver, na especificidade desta pandemia, tem trazido grandes desafios e interpelações ao mundo. Para além de percebemos os efeitos na saúde, estamos a perceber os efeitos colaterais, na economia dos países, na pobreza que aumenta,...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
A vontade de Deus não envergonha
Sou padre católico. Ordenado há dez anos, e com um longo caminho de discernimento vocacional. A minha formação inicial, o jornalismo, trouxe-me até este meio, com diversas experiências de trabalho, e até com oportunidades que, por acreditar no projeto que Deus tinha para mim, não acedi.
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
A marca da fé (contada em podcast)
Estamos a iniciar um novo ano pastoral, com muitos desafios pela frente, tendo em conta o contexto em que nos encontramos, motivado pela pandemia da covid-19. Bem sabemos que se colocam muitas perguntas sobre o que está a acontecer, quando se fazem comparações...
ver [+]
P. Nuno Rosário Fernandes
A uva que podia ser limão
Era uma vez um campo, onde estavam cultivadas muitas videiras. Todos os anos aquele campo dava muito fruto, o mesmo é dizer, muita uva, suculenta, de bom sabor, com grande qualidade para comer e para a produção do bom vinho que dali se produzia. Era um...
ver [+]
Anterior    1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16      Próximo
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES