Mundo
Padre salesiano esteve 18 meses em cativeiro no Iémen
O poder da oração
Esteve em cativeiro durante 554 dias. Foram 18 meses de sofrimento sem saber o que iria acontecer depois do violento ataque de um grupo de terroristas à casa das Irmãs Missionárias da Caridade em Áden, no Iémen. Durante o tempo de cativeiro, uma verdadeira...
ver [+]
Iraque: Cristãos recordam Padre Ragheed assassinado há 12 anos
Balas que não chegam ao Céu
Mataram-no a tiro por manter a igreja aberta ao culto, contrariando as ordens que os militantes jihadistas lhe tinham dado. Desobedeceu aos terroristas para cumprir com a sua missão de sacerdote. Morreu em 2007, fez agora 12 anos. O Iraque vivia já...
ver [+]
Padre Teresito recorda o tempo de cativeiro em Marawi, nas Filipinas
Cento e dezasseis dias
Foi há dois anos. Em Maio de 2017, a cidade de Marawi, no sul das Filipinas, caiu nas mãos de um grupo jihadista. A catedral foi um dos primeiros alvos dos terroristas. Lá dentro estavam seis cristãos. Foram todos feitos reféns. Um deles, o Padre Teresito,...
ver [+]
Roménia: Tertulian Langa descobriu a vocação para o sacerdócio no cárcere
Um milagre na prisão
A repressão religiosa foi uma das marcas do regime comunista na Roménia. Centenas de leigos, padres, irmãs e bispos foram presos. Tertulian Langa foi um deles. O regime queria forçá-lo a desistir da sua ligação à Igreja Greco-Católica, mas não conseguiu.
ver [+]
Leah Sharibu passou o aniversário em cativeiro na Nigéria. Pela segunda vez
O preço da liberdade
Está em cativeiro desde 19 de Fevereiro de 2018. Foi raptada com mais 110 colegas do seu colégio pelo Boko Haram, um dos mais temíveis grupos terroristas da actualidade. Todas as outras raparigas foram libertadas menos ela. Leah recusou renunciar ao Cristianismo, como os terroristas exigiam.
ver [+]
A história inspiradora de uma irmã que nunca desistiu da vida religiosa
“Fui noviça 44 anos…”
Em segredo, Bernardette vivia como se fosse religiosa. Estava no convento, como noviça, quando a revolução comunista confiscou todos os seus sonhos. Mandaram-na embora de volta à aldeia, mas ela, secretamente, continuou fiel a todos os votos que tinha prometido em oração.
ver [+]
D. José Aguirre denuncia roubo das riquezas naturais da República Centro-Africana
Agenda Secreta
A República Centro-Africana vive uma terrível onda de violência desde 2013. Milícias armadas são responsáveis por ataques contra as populações, raptos e contrabando. O Bispo de Bangassou diz que o país está a saque por causa das enormes reservas de ouro, diamantes, coltan.
ver [+]
Gesto heróico do Padre Fournier no incêndio da Catedral de Notre Dame
Missão especial
Um terrível incêndio quase destruiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. No meio desta tragédia, sobressaiu o gesto heróico de um sacerdote que arriscou a vida para salvar um tesouro que estava à guarda da Catedral: o Santíssimo Sacramento e a coroa...
ver [+]
A Irmã Ghazia trabalha no único centro católico de livros no Paquistão
“Confiamos na oração…”
Os cristãos são uma minoria no Paquistão. De tal forma que existe apenas um centro católico de livros e multimédia em todo o país. É um espaço pequeno e discreto, da responsabilidade das Filhas de São Paulo. Uma delas é a Irmã Ghazia. É um trabalho essencial, mas arriscado.
ver [+]
Na Bolívia, as Missionárias Cruzadas da Igreja apoiam os mais necessitados
Rostos de Deus
Há sempre uma panela ao lume na casa das irmãs em Oruro. A congregação fundada pela primeira santa da Bolívia é ponto de encontro e de refúgio para os mais pobres dos pobres da região. A sociedade ignora-os, nem repara nos indigentes que se escondem nas sombras das esquinas das ruas.
ver [+]
Cazaquistão: na vida da Irmã Rita há lugar até para 18 filhos
Coração de mãe
Descobriu a fé sozinha, numa família onde a religião não tinha lugar. Descobriu, ainda criança, que queria dedicar toda a sua vida a Deus. Descobriu, numa congregação devota de Nossa Senhora, que a sua vocação seria trabalhar com crianças oriundas de famílias disfuncionais.
ver [+]
No Ruanda, a Irmã Cécire luta contra a memória dos tempos do massacre
Livre para amar
Tem 49 anos e lembra-se perfeitamente dos tempos em que o Ruanda se transformou num matadouro. Em 1994, um milhão de pessoas foram assassinadas. Foram hútus contra tutsis. Um verdadeiro massacre. Num país onde a memória dos mortos ainda alimenta vinganças,...
ver [+]
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Há temáticas sobre que tem falado o Papa Francisco de forma recorrente e que são da maior relevância, mas nem sempre têm o eco que seria devido.
ver [+]

Tony Neves
O Dia Mundial da Criança comemora-se a 1 de junho, em diversos países, incluindo Portugal, Angola, Moçambique…...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES