Mundo
Síria: AIS junta igrejas Católica e Ortodoxa em oração pela paz
Em nome dos filhos
São milhares as crianças da Síria que apenas conhecem o dia-a-dia de um país em guerra. Todas elas carregam já histórias de sofrimento, de dor, de medo. Estas crianças são o rosto maior de uma tragédia que parece não ter fim à vista. No próximo dia 1...
ver [+]
Equador: vidas desfeitas num abalo de apenas cinquenta segundos
Sobreviver à tragédia
Durante apenas cinquenta segundos a terra tremeu tão violentamente que ninguém acreditou que iria sobreviver àquele abalo. Foram instantes trágicos que pareceram uma eternidade. Os sismógrafos assinalaram uma intensidade de 7,8 na escala de Richter. Ainda...
ver [+]
Ninguém escuta os gritos de ajuda que chegam de Alepo?
Heróis na cidade mártir
As ruas estão desertas mas os tiros continuam a flagelar as ruínas. Os que puderam fugir já deixaram a cidade de Alepo. Os outros, os que ainda não fugiram, sentem-se encurralados entre os escombros dos prédios, o rebentamento das bombas e os tiros cobardes e certeiros dos “snipers”.
ver [+]
As Irmãs Dominicanas e os refugiados cristãos no Curdistão iraquiano
O tesouro da fé
Refugiadas entre refugiados, as Irmãs Dominicanas são um exemplo para todos nós. Em Erbil, onde vivem agora, estas irmãs procuram secar as lágrimas dos que, como elas, perderam tudo menos a fé. Esse é o tesouro que os jihadistas não conseguiram roubar.
ver [+]
Saber perdoar mesmo após 27 anos de prisão
O segredo do padre Ernest
Esteve preso 11 mil dias. Foi um tempo terrível em que sofreu torturas e trabalhos forçados. Contra todas as expectativas, sobreviveu. Hoje, o padre Ernest Simoni, um dos símbolos da perseguição aos cristãos durante a ditadura comunista na Albânia, recorda esse tempo como quem revela um segredo.
ver [+]
Fundação AIS lança campanha de emergência para alimentar famílias sírias
“Temos muito medo”
Em Março assinalou-se o sexto ano de guerra na Síria. Nas últimas semanas, o exército tem vindo a recuperar vilas e cidades aos jihadistas. Para milhares de famílias, apesar dos avanços ou recuos dos militares, a vida continua num desespero. Falta-lhes tudo.
ver [+]
O testemunho comovente de uma menina cristã refugiada em Erbil
“Rezo pelos jihadistas”
Maryam Waleed tinha 8 anos e morava em Qaraqosh, no Iraque, quando, em Agosto de 2014, se escutaram os primeiros tiros que anunciavam a chegada dos jihadistas. Tudo desabou num instante. Hoje, ela vive num campo de refugiados. Não nos pede brinquedos, nem dinheiro, nem roupa.
ver [+]
Uma Páscoa sangrenta, do Paquistão até à Escócia…
Lahore aqui tão perto
No Domingo de Páscoa, em Lahore, centenas de cristãos morreram ou ficaram feridos em consequência de um atentado suicida. Três dias antes, na Escócia, um muçulmano foi assassinado por ter desejado uma Páscoa feliz aos seus clientes e amigos. O assassino...
ver [+]
Angola: crise do petróleo revela país fracturado
Filhos da má-sorte
Em redor dos bairros luxuosos de Luanda, ilhas perfumadas no meio do lixo dos musseques, vivem milhões de pessoas. O afundamento do preço do petróleo veio tornar ainda mais difícil a vida desta multidão de pobres, desempregados, excluídos. Entre estes...
ver [+]
Sudão do Sul: no meio do horror, uma história feliz
A rapariga escrava
Desde Dezembro de 2013 que o Sudão do Sul está a ferro e fogo. É uma guerra civil que já causou dezenas de milhares de mortos e mais de dois milhões de refugiados. No meio deste ódio à solta, descobrem-se as maiores atrocidades. Há até pessoas, rapazes e raparigas, escravizadas.
ver [+]
Sudão do Sul – Um país que desconhece o que é viver em paz
“Não nos abandonem”
O mais jovem país do mundo ganhou a independência em 2011. Porém, os festejos duraram pouco tempo. Dois anos depois, na véspera do Natal, tudo desabou, com o país a mergulhar num verdadeiro inferno. Do Sudão do Sul chegam-nos gritos de ajuda. Não os podemos ignorar.
ver [+]
Histórias de sobreviventes de um bairro cristão em Alepo
As lágrimas de Rose
Uma chuva de morteiros iluminou o céu e fez estremecer o chão. As casas – o que resta das casas – desfizeram-se em pó. O estrondo dos rebentamentos sufocou muitos gritos de dor, de desespero. De morte. O ataque, na quarta-feira, dia 17 de...
ver [+]
Anterior    25.75   26.75   27.75   28.75   29.75   30.75   31.75   32.75   33.75   34.75   35.75   36.75   37.75   38.75   39.75   40.75      Próximo
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O que caracteriza o casamento não é o amor – que é também comum a outras relações humanas –...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Acaba de ser publicada a declaração “Dignitas Infinita” sobre a Dignidade Humana, elaborada...
ver [+]

Tony Neves
Há fins de semana inspirados. Sábado fiz de guia a dois locais que me marcam cada vez que lá vou. A...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Conta-nos São João que, junto à Cruz de Jesus, estava Maria, a Mãe de Cristo, que, nesse momento, foi...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES