Mundo
Nigéria: Quase 200 cristãos assassinados no estado de Plateau
Massacre no Natal
Quase duas centenas de cristãos foram “sumariamente mortos” por militantes fulani que atacaram 26 aldeias no estado de Plateau, no centro da Nigéria, entre os dias 23 e 26 de Dezembro. Casas e colheitas foram destruídas, as igrejas e os centros de saúde incendiados.
ver [+]
Fundação AIS pede ajuda para os Cristãos do Médio Oriente
Servir, ouvir, amar…
Mario Freiha é apenas um seminarista, mas sabe que tem um poder imenso. O poder transformador do amor. Agora, numa altura em que o espectro da guerra parece crescer de dia para dia e quando o Líbano atravessa, talvez, a pior crise económica da sua história,...
ver [+] video
Alerta o Patriarca Louis Sako
Mais de 1 milhão de cristãos deixou o Iraque ao longo dos últimos vinte anos
Perseguição religiosa, secundarização social, perda de empregos, confisco das propriedades, insegurança, ameaça de grupos terroristas como o Daesh, os jihadistas do Estado Islâmico… tudo isto levou mais de 1 milhão de cristãos a abandonar o Iraque ao longo das duas últimas décadas.
ver [+]
Nicarágua
Libertados dois bispos e ainda sacerdotes e seminaristas
As autoridades de Manágua libertaram ontem, Domingo, os Bispos D. Rolando Alvarez, D. Isidoro del Carmen Mora e ainda 17 outros membros da Igreja entre sacerdotes e seminaristas. A Fundação AIS desde há muito que tem vindo a alertar para a situação de...
ver [+]
Líbano
Cristãos temem conflito aberto entre Israel e Hezbollah e fogem para zonas mais seguras
Na terça-feira, 2 de janeiro, um dos principais líderes do Hamas foi morto num ataque com drones em Beirute. Depois de vários incidentes na fronteira com Israel, há o risco de a guerra alastrar também para o Líbano, o que está a assustar a comunidade cristã.
ver [+]
Num Líbano em crise, a Irmã Raymonda ajuda centenas de crianças
O presente mais desejado
No ano passado foram distribuídos cerca de 10 mil presentes de Natal para as crianças mais carenciadas do Líbano, uma iniciativa da Fundação AIS que mobiliza toda a energia da Irmã Raymonda Saada. Incansável, esta religiosa da Congregação das Irmãs...
ver [+]
Neste Natal, a Fundação AIS pede ajuda para os Cristãos do Médio Oriente
“Há beleza lá fora…”
Nour e Ghazel são duas crianças que vivem prisioneiras de um mundo que colapsou. Como as ruas são ainda uma ameaça, vivem fechadas em casa, numa casa onde falta quase tudo. Por isso, para elas, é muito bom quando podem sair a caminho da igreja, a caminho, por exemplo, dos campos de férias.
ver [+]
Bomba explode numa Missa nas Filipinas e deixa cristãos inquietos
“Por favor, rezem por nós…”
A bomba colocada por militantes terroristas explodiu a poucos metros de distância de onde se encontrava Arlene Francisco, uma cristã que vive na cidade de Marawi e que no Domingo, 3 de Dezembro, estava a assistir à celebração da primeira Missa do Advento...
ver [+]
Em Damasco, na Síria, há uma paróquia onde ninguém fica para trás
Milagre da divisão do pão
É um projecto solidário que está a resgatar da miséria mais absoluta cerca de 300 pessoas que vivem no bairro de Tabbaleh, um dos mais pobres de Damasco. Com a ajuda da Fundação AIS, a paróquia local preparou uma cozinha para oferecer todos os dias...
ver [+]
Directora da Fundação AIS relata viagem a Damasco e Homs, na Síria
“Vim impressionada com a miséria”
Catarina Martins de Bettencourt esteve recentemente na Síria, numa viagem de trabalho com outros directores da Fundação AIS. Uma viagem a Damasco e Homs para ver como estão a decorrer no terreno os projectos de apoio à comunidade cristã que vive em quase calamidade após mais de 12 anos de guerra.
ver [+]
Neste Natal, a Fundação AIS pede ajuda para os cristãos do Médio Oriente
“Vivo num cemitério…”
John Susany é um rosto da tragédia em que se encontra a Síria. Antes da guerra, tinha uma oficina de alumínios. Um dia, perdeu tudo a ponto de, agora, viver com a família num cemitério. Era isso ou ser sem-abrigo. Mas a sua vida está a mudar. Os projectos...
ver [+] video
Vem aí a “Red Week” da Fundação AIS sobre a liberdade religiosa
Combater a indiferença
Nos próximos dias, até 26 de Novembro, não estranhe se vir alguns edifícios públicos, igrejas ou monumentos, por exemplo, iluminados de vermelho. É apenas um alerta para o facto de, no mundo, nos nossos dias, em demasiados países, não haver liberdade religiosa.
ver [+]
Anterior    1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16      Próximo
A OPINIÃO DE
Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Segundo a Conferência Episcopal Portuguesa, ninguém pode ser obrigado a comungar na mão, nem proibido de comungar na boca.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES