Mundo
As estradas do Maláui são um obstáculo para o trabalho do Pe. Chikwiri
Missão [quase] impossível
Muita pobreza, muitas pessoas desenraizadas, muitos refugiados. No sul do Maláui, há muita gente que veio de Moçambique fugindo ainda da violência da guerra civil. Todos precisam de ajuda, mas, para o Pe. Ephraim Chikwiri, há ainda outras urgências, outras almas para acudir.
ver [+]
Das plantações de chá do Sri Lanka chega-nos um pedido de ajuda
Uma casa para todos
São apenas 53 famílias. Confundem-se com os mais pobres dos pobres. Mas ali, em Maliboda, nas montanhas cobertas de verde das plantações do famoso chá de Ceilão, todos os conhecem. São os Cristãos. Num mundo budista, numa região marcada pelo trabalho...
ver [+]
A história de Farah Shaheen, uma jovem cristã raptada no Paquistão
Cinco meses de terror
Tinha apenas 12 anos quando o seu mundo infantil desabou por completo. Raptada, forçada a converter-se ao Islão e a casar, a cristã Farah Shaheen viveu como escrava durante cinco longos meses, tendo sido violentada, algemada e forçada a trabalhar em pocilgas.
ver [+]
A história dramática de Rita, uma mulher cristã escravizada no Iraque
“Fui vendida a um emir…”
  Estava em Qaraqosh no dia em que a cidade iraquiana foi invadida e ocupada pelos temíveis homens de negro, os jihadistas do Daesh. A cristã Rita Habib foi escravizada, vendida, agredida, violentada. O seu testemunho faz parte do relatório da Fundação...
ver [+]
Irmã Glória recorda, à Fundação AIS, o cativeiro às mãos de terroristas
Pedacinhos de Céu
Mal foi possível, após ter sido libertada em Outubro, ao fim de quatro anos de cativeiro no acampamento de um grupo jihadista no Mali, a Ir. Glória Narvaéz Argoty regressou à sua Colômbia natal. Mal foi possível também, contou a sua história à Fundação...
ver [+]
Neste Natal, a Fundação AIS quer dar roupa quente a 30 mil crianças sírias
A prenda mais desejada
Não são brinquedos, nem guloseimas, nem telemóveis ou jogos de vídeo. São apenas calças e camisolas que fazem falta para os dias muito frios de Inverno na Síria. A Fundação AIS lançou, em parceria com as irmãs da Congregação de Jesus e Maria, uma formidável Operação Natal para este ano.
ver [+]
Naomi, Charles e Christopher: três histórias com refugiados na Nigéria
Nas mãos de Deus
O Natal é sempre mais triste quando se está longe de casa. Naomi e Charles viviam na Nigéria, em aldeias distantes um do outro, quando foram atacados pelo Boko Haram. Ainda hoje têm pesadelos com a violência que tiveram de enfrentar. Ambos estão agora...
ver [+]
A história triste de um casal cristão forçado a sair da sua aldeia na Síria
“Nem podíamos ir à igreja…”
A guerra na Síria dura há uma década. Moufida e Mousa são um exemplo de como um casal cristão, já idoso, só consegue sobreviver graças à ajuda da Igreja. Esta é uma história que nos vai levar até à cidade de Alepo numa viagem por vários anos, entre...
ver [+]
A madeira da casa queimada de um cristão foi transformada numa cruz muito especial
Cristo em pedaços
Na Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, em Mieze, na Diocese de Pemba, os Cristãos rezam a Via Sacra lembrando o rosto de Jesus em Cabo Delgado. E fazem-no junto de uma cruz muito especial, feita com a madeira queimada da casa de um cristão que foi incendiada...
ver [+]
Majed, um jovem cristão sírio “refugiado como o Menino Jesus”…
“Ainda estamos vivos…”
Tem 12 anos e vive com os pais e irmãos em Zaleh, no Vale de Bekaa. É um refugiado sírio no Líbano. É apenas um entre os cerca de milhão e meio de sírios que passaram a fronteira para o Líbano, fugindo de um país em guerra onde sobreviver todos os dias é cada vez mais difícil.
ver [+] video
A história de Jeraiva, um jovem num campo de refugiados na Nigéria
Um milagre na adversidade
Jeraiva não consegue esquecer o dia em que a sua aldeia, na Nigéria, foi atacada por terroristas do Boko Haram. A violência foi tal que teve de fugir para se salvar. Tinha apenas 14 anos. Agora, já com 22, vamos encontrá-lo a milhares de quilómetros...
ver [+]
Cristãos da Síria não esquecem os Bispos Yohanna Ibrahim e Boulos Yazigi
Memória viva
A nomeação, em Outubro, de um novo metropolita para a Diocese greco-ortodoxa de Alepo, trouxe para as primeiras páginas dos jornais a história do rapto, em Abril de 2013, dos Bispos Yohanna Ibrahim e Boulos Yazigi. Durante oito longos anos, a sede episcopal...
ver [+]
Anterior    4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19      Próximo
A OPINIÃO DE
Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Segundo a Conferência Episcopal Portuguesa, ninguém pode ser obrigado a comungar na mão, nem proibido de comungar na boca.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Se há exemplo de ativismo cívico e religioso e para o impulso permanente em prol da solidariedade, da...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES