Mundo
Em Pankshin, na Nigéria, os seminaristas são apoiados pela Fundação AIS
Os ‘anjos’ de Alewa Luka
É jovem ainda, mas revela já uma enorme maturidade. Alewa Richard Luka é seminarista na Diocese de Pankshin, situada no estado de Plateau, no centro da Nigéria, e tem um sonho: quer ser padre. Um sonho que começou a crescer na sua imaginação ainda criança...
ver [+] video
Ucrânia: Irmãs abrem portas de mosteiro contemplativo para refugiados
Um sinal de Deus
Um pouco por toda a Ucrânia, mosteiros e casas de religiosas têm sido transformados em lugares de abrigo para os refugiados de guerra. Mesmo mosteiros contemplativos. As irmãs abrem as portas das suas casas partilhando o que têm com quem chega, tantas...
ver [+]
Os sonhos de D. Carlassare, Bispo de Rumbek, para o Sudão do Sul
O caminho para a paz
Há precisamente um ano, na madrugada de 25 de Abril, Christian Carlassare foi alvejado a tiro nas pernas. A notícia correu mundo. Ele iria ser ordenado Bispo de Rumbek, no Sudão do Sul, dali a um mês. Seria preciso esperar quase um ano para que uma...
ver [+]
Ucrânia. Bispo de Odessa fala no sofrimento das pessoas na sua diocese
O caminho da Cruz
A cidade de Odessa está no epicentro da guerra. Para D. Stanislav Schyrokoradiuk, a cada dia que passa aumenta o sofrimento das populações e isso é particularmente visível na sua diocese. Num encontro virtual com directores da Fundação AIS, o Bispo descreveu...
ver [+]
História de gratidão no meio da tragédia em que se transformou a Ucrânia
Um lugar sem guerra
Uma mulher e quatro crianças arriscaram uma viagem difícil de mais de 500 km no meio da guerra, em busca de um lugar onde não escutassem os sons aterradores dos rebentamentos das bombas. Esta história, com final feliz, é a prova de que o abraço solidário...
ver [+] video
Bispo conta como é estar numa cidade ucraniana sitiada pelas bombas
“Sobrevivemos a mais uma noite…”
“Sobrevivemos a mais uma noite. Estamos vivos e de boa saúde.” A frase é do Bispo de Kharkiv e diz muito, quase tudo, sobre a guerra na Ucrânia. O Bispo é uma das pessoas que conhece melhor o drama das populações forçadas a viver escondidas...
ver [+]
Voluntários da Fundação AIS na Polónia apoiam refugiados ucranianos
Anjos da guarda
A Polónia transformou-se, de um dia para o outro, num dos principais países de acolhimento dos que fogem da guerra na Ucrânia. A cidade de Wroclaw passou a ser o quartel-general da Fundação AIS no apoio aos refugiados. Quando chegam à estação de comboios,...
ver [+]
Irmãs são exemplo de coragem nestes dias de guerra na Ucrânia
O convento num ‘bunker’
É com indisfarçável medo e ansiedade que um punhado de mulheres, algumas já relativamente idosas, vivem o dia-a-dia desde que a guerra começou na Ucrânia. Mas estas são mulheres muito especiais. São religiosas que, por causa da ameaça dos bombardeamentos,...
ver [+]
UCRÂNIA: O mundo uniu-se em oração pelo fim “dos horrores da guerra”
A força do amor
A oração pela paz uniu milhões de pessoas no mundo inteiro a pedido do Papa Francisco. Foi na Quarta-feira de Cinzas, o sétimo dia de guerra na Ucrânia. Umas horas antes, o Arcebispo da Igreja Greco-Católica Ucraniana lembrava a mensagem de Nossa Senhora...
ver [+]
Ucrânia: a Igreja na linha da frente no apoio às vítimas da guerra
Os novos heróis
Todos os dias chegam novos relatos, novas histórias de padres e irmãs que, com a invasão da Ucrânia, se transformaram em verdadeiros soldados da paz, ajudando as populações, cuidando dos mais frágeis, convertendo igrejas e conventos em ‘bunkers’...
ver [+]
Irmã Haguinta Muradian viveu a guerra no enclave de Nagorno-Karabakh
“Chorámos todos os dias…”
A guerra que opôs, no final de Setembro de 2020, a Arménia ao Azerbaijão no enclave de Nagorno-Karabakh, durou menos de dois meses, mas provocou um profundo rasto de sangue e morte. Calcula-se que tenham perdido a vida mais de cinco mil pessoas e grande parte da população viu-se forçada a fugir.
ver [+]
Na Diocese de Nacala, Cáritas e Fundação AIS apoiam deslocados de Cabo Delgado
As lágrimas de Sara
A notícia chegou com alarme. Mocímboa da Praia estava a ser atacada pelos jihadistas. Não era a primeira vez que os terroristas entravam naquela vila costeira, situada um pouco a norte da cidade de Pemba, mas o sobressalto era o mesmo de sempre. Gritos, pânico, pessoas em fuga.
ver [+]
Anterior    3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18      Próximo
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
O poema chama-se “Missa das 10” e foi publicado no volume Pelicano (1987). Pode dizer-se...
ver [+]

Tony Neves
Cerca de 3 mil Espiritanos, espalhados por 63 países, nos cinco continentes, anunciam o Evangelho....
ver [+]

Tony Neves
Deixei Cabo Verde, terra da ‘morabeza’, já cheio da ‘sodade’ que tão bem nos cantava Cesária Évora.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Talvez a mais surpreendente iniciativa do pontificado do Papa Francisco (onde as surpresas abundam)...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES