Mundo
História de gratidão no meio da tragédia em que se transformou a Ucrânia
Um lugar sem guerra
Uma mulher e quatro crianças arriscaram uma viagem difícil de mais de 500 km no meio da guerra, em busca de um lugar onde não escutassem os sons aterradores dos rebentamentos das bombas. Esta história, com final feliz, é a prova de que o abraço solidário...
ver [+] video
Bispo conta como é estar numa cidade ucraniana sitiada pelas bombas
“Sobrevivemos a mais uma noite…”
“Sobrevivemos a mais uma noite. Estamos vivos e de boa saúde.” A frase é do Bispo de Kharkiv e diz muito, quase tudo, sobre a guerra na Ucrânia. O Bispo é uma das pessoas que conhece melhor o drama das populações forçadas a viver escondidas...
ver [+]
Voluntários da Fundação AIS na Polónia apoiam refugiados ucranianos
Anjos da guarda
A Polónia transformou-se, de um dia para o outro, num dos principais países de acolhimento dos que fogem da guerra na Ucrânia. A cidade de Wroclaw passou a ser o quartel-general da Fundação AIS no apoio aos refugiados. Quando chegam à estação de comboios,...
ver [+]
Irmãs são exemplo de coragem nestes dias de guerra na Ucrânia
O convento num ‘bunker’
É com indisfarçável medo e ansiedade que um punhado de mulheres, algumas já relativamente idosas, vivem o dia-a-dia desde que a guerra começou na Ucrânia. Mas estas são mulheres muito especiais. São religiosas que, por causa da ameaça dos bombardeamentos,...
ver [+]
UCRÂNIA: O mundo uniu-se em oração pelo fim “dos horrores da guerra”
A força do amor
A oração pela paz uniu milhões de pessoas no mundo inteiro a pedido do Papa Francisco. Foi na Quarta-feira de Cinzas, o sétimo dia de guerra na Ucrânia. Umas horas antes, o Arcebispo da Igreja Greco-Católica Ucraniana lembrava a mensagem de Nossa Senhora...
ver [+]
Ucrânia: a Igreja na linha da frente no apoio às vítimas da guerra
Os novos heróis
Todos os dias chegam novos relatos, novas histórias de padres e irmãs que, com a invasão da Ucrânia, se transformaram em verdadeiros soldados da paz, ajudando as populações, cuidando dos mais frágeis, convertendo igrejas e conventos em ‘bunkers’...
ver [+]
Irmã Haguinta Muradian viveu a guerra no enclave de Nagorno-Karabakh
“Chorámos todos os dias…”
A guerra que opôs, no final de Setembro de 2020, a Arménia ao Azerbaijão no enclave de Nagorno-Karabakh, durou menos de dois meses, mas provocou um profundo rasto de sangue e morte. Calcula-se que tenham perdido a vida mais de cinco mil pessoas e grande parte da população viu-se forçada a fugir.
ver [+]
Na Diocese de Nacala, Cáritas e Fundação AIS apoiam deslocados de Cabo Delgado
As lágrimas de Sara
A notícia chegou com alarme. Mocímboa da Praia estava a ser atacada pelos jihadistas. Não era a primeira vez que os terroristas entravam naquela vila costeira, situada um pouco a norte da cidade de Pemba, mas o sobressalto era o mesmo de sempre. Gritos, pânico, pessoas em fuga.
ver [+]
No coração do Islão em Pemba, o Pe. Roca sonha uma nova igreja
Sair daqui seria uma traição
Foi no bairro de Mahate e nos bairros em redor que nasceu a insurgência que transformou Cabo Delgado numa zona de guerra. Desde há quatro anos que está a nascer também por ali, aos poucos, uma nova igreja católica. É um dos sonhos do Pe. Eduardo Roca,...
ver [+]
As estradas do Maláui são um obstáculo para o trabalho do Pe. Chikwiri
Missão [quase] impossível
Muita pobreza, muitas pessoas desenraizadas, muitos refugiados. No sul do Maláui, há muita gente que veio de Moçambique fugindo ainda da violência da guerra civil. Todos precisam de ajuda, mas, para o Pe. Ephraim Chikwiri, há ainda outras urgências, outras almas para acudir.
ver [+]
Das plantações de chá do Sri Lanka chega-nos um pedido de ajuda
Uma casa para todos
São apenas 53 famílias. Confundem-se com os mais pobres dos pobres. Mas ali, em Maliboda, nas montanhas cobertas de verde das plantações do famoso chá de Ceilão, todos os conhecem. São os Cristãos. Num mundo budista, numa região marcada pelo trabalho...
ver [+]
A história de Farah Shaheen, uma jovem cristã raptada no Paquistão
Cinco meses de terror
Tinha apenas 12 anos quando o seu mundo infantil desabou por completo. Raptada, forçada a converter-se ao Islão e a casar, a cristã Farah Shaheen viveu como escrava durante cinco longos meses, tendo sido violentada, algemada e forçada a trabalhar em pocilgas.
ver [+]
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Jamais esquecerei a forte emoção que experimentei há alguns dias. Celebrávamos a missa exequial de...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O último estertor da dissoluta Assembleia da República atenta gravemente contra a liberdade, a religião,...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Somos alertados pelo Papa Francisco na Mensagem do dia da Paz de 2024 para o facto de as máquinas inteligentes...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
EDIÇÕES ANTERIORES